Com 63 óbitos neste sábado, SP atinge quase mil mortes por coronavírus

O estado tem 13.894 casos confirmados da doença; o governador anunciou a ampliação da quarentena até 10 de maio

O estado de São Paulo registra quase mil mortos pelo novo coronavírus, de acordo com informações do Ministério da Saúde. São 991 óbitos e 13.894 casos confirmados da doença. Com isso, a letalidade do estado é de 7,1%, sendo que, no Brasil, a média é de 6,4%. O país registra 2.352 mortes e há 36.599 pessoas infectadas.

Apesar de alta letalidade do estado paulista, ainda fica atrás da Paraíba (com 12,7%), Pernambuco (9,3%) e Rio de Janeiro e Amazonas (ambos com 8,5%).

Na sexta-feira, 17, o governador João Doria (PSDB) anunciou ampliação da quarentena até 10 de maio. De acordo com o secretário de Saúde, José Henrique Germann, há ao menos 1.500 profissionais da saúde afastados por conta da doença.

Novo ministro

O oncologista Nelson Teich tomou posse na sexta-feira como novo ministro da Saúde. Em seu pronunciamento, ele não apresentou as medidas que deve seguir para combater o novo coronavírus. No entanto, afirmou que o trabalho que fará terá “foco nas pessoas”.

O novo ministro destacou que há uma “pobreza” de informação sobre o novo coronavírus e defendeu a integração de informações dos ministérios sobre a doença para embasar melhor o planejamento de combate ao vírus. Ele também defendeu que a pasta acompanhe indicadores sociais. “Pessoas que perderem planos de saúde vão impactar no SUS”.

Com tom otimista, citou que já existem medicamentos em estudo para o tratamento da doença e que a solução para a pandemia pode ser encontrada “mais rápido do que se imagina”. Ele agradeceu, ainda, o esforço de Mandetta e disse esperar “continuar fazendo um bom trabalho”.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.