Acompanhe:

Doria prorroga quarentena até 10 de maio em todo o estado de SP

Governador afirmou que ampliação do isolamento social é necessária para evitar mais sobrecarga ao sistema de saúde, que já está próximo do colapso

Modo escuro

Continua após a publicidade
Doria: São Paulo está sob medidas de isolamento social desde 22 de março (Governo do Estado de São Paulo/Flickr)

Doria: São Paulo está sob medidas de isolamento social desde 22 de março (Governo do Estado de São Paulo/Flickr)

C
Clara Cerioni

Publicado em 17 de abril de 2020 às, 12h36.

Última atualização em 17 de abril de 2020 às, 18h15.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou que vai prorrogar a quarentena em todo o estado de São Paulo até 10 de maio. A medida foi validada pelo Comitê de Contingência do Coronavírus e vale para os 645 municípios.

Havia a discussão se a ampliação valeria em todo o estado, já que dirigentes vêm recebendo pressões de prefeitos do interior para liberar aberturas parciais do comércio em municípios onde a doença ainda não chegou.

O infectologista David Uip salientou que o "vírus está entrando em todo o interior e no litoral do estado de São Paulo". Ele, que coordena o Centro de Contingência do Coronavírus, disse que divulgará em breve uma nota técnica mostrando a preocupação com essas regiões. "Estamos absolutamente convencidos que São Paulo adota as melhores decisões possíveis".

São Paulo está sob medidas de isolamento social desde 22 de março. Até agora, o governador decretou períodos de 15 dias de quarentena. Somente serviços essenciais estão autorizados a funcionar.

"Aqui nós não brigamos com a ciência, nós respeitamos a ciência. E a orientação da ciência foi para prorrogarmos a quarentena até o dia 10 de maio", disse Doria.

O governador relatou que o isolamento social caiu para 49%, o que preocupa as autoridades, já que o sistema de saúde está próximo do colapso. "Pedimos que fiquem em casa por amor às suas vidas. Neste feriado prolongado de 21 de abril, fique em casa, preserve sua saúde a saúde da sua família", pediu o governador.

Ele citou que, há um mês, havia o primeiro registro de morte no estado. Hoje, já são 853 óbitos em decorrência da doença e os casos estão em expansão.

"As UTIs e enfermarias de hospitais recebem cada dia mais pacientes e já temos hospitais públicos a beira do colapso". A estimativa do governo é que as UTIs estarão lotadas até maio com o avanço da pandemia.

São Paulo é o estado mais atingido pela epidemia do novo coronavírus. Foram 75 mortes nas últimas 24 horas, de acordo com balanço da Secretaria Estadual da Saúde divulgado nesta quinta-feira, 16.

Subnotificação de testes

Segundo o secretário de Saúde, José Henrique Germann, atualmente há uma fila de 9,4 mil exames pendentes. Há uma semana, esse número era de 17 mil testes.

Ele estimou que, com a compra de mais de 700 mil exames, até a semana do dia 24 o estado de São Paulo conseguirá zerar a fila de amostras pendentes.

Ataques ao Congresso

O governador disse, ainda, rechaçar os ataques desferidos contra o Congresso e, em especial, contra o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) feitos pelo presidente Jair Bolsonaro. Para Doria, "quem agride a Câmara, agride a democracia. Quem agride o Legislativo, não respeita o processo democrático".

O governador estendeu a sua solidariedade aos parlamentares que votaram para ampliar o envio recursos aos Estados, ao Senado Federal, seu presidente o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), e ao Poder Judiciário e Supremo Tribunal Federal, que segundo Doria, é "injustamente atacado".

(Com informações do Estadão Conteúdo)

Últimas Notícias

Ver mais
São Paulo promove nesta sexta-feira Dia D contra a Dengue
Brasil

São Paulo promove nesta sexta-feira Dia D contra a Dengue

Há um dia

Prefeito de São Paulo bate boca com moradores em vistoria de obra na Vila Mariana, na Zona Sul
Brasil

Prefeito de São Paulo bate boca com moradores em vistoria de obra na Vila Mariana, na Zona Sul

Há um dia

Rodízio SP hoje, março 2024: horários, finais de placa, regiões e valor da multa
Guia do Cidadão

Rodízio SP hoje, março 2024: horários, finais de placa, regiões e valor da multa

Há um dia

Projeto que autoriza guardas civis a aplicarem multas de trânsito avança em SP
Brasil

Projeto que autoriza guardas civis a aplicarem multas de trânsito avança em SP

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais