Brasil se aproxima de 400 mil mortes por covid-19

De acordo com dados do Ministério da Saúde, o país tem 398.185 óbitos e 14.521.289 casos confirmados da doença

O Ministério da Saúde divulgou um balanço nesta quarta-feira, 28, com os números da pandemia de covid-19 no Brasil, de acordo com dados das secretarias estaduais de Saúde. O país tem 398.185 óbitos e 14.521.289 casos confirmados da doença.

O balanço, atualizado às 19 horas, mostra que no período de um dia foram registradas 3.163 vítimas e 79.726 testes reagentes para o coronavírus.

A média móvel, que contabiliza o número de óbitos da última semana, é de 2.387. A média de casos é de 56.928.

Vacinação

Segundo o levantamento feito pelo consórcio de imprensa, 30.740.811 pessoas já receberam pelo menos a primeira dose da vacina contra a covid-19. Este valor é a soma dos 26 estados mais o Distrito Federal e equivale a 14,52% da população brasileira.

Os dados são compilados pelo consórcio de imprensa que reúne UOL, Folha de S.Paulo, O Estado de S. Paulo, O Globo, G1 e Extra.

SP amplia abertura do comércio

Todo o comércio do estado de São Paulo vai ter o horário de abertura ampliado a partir do sábado, 1° de maio. De acordo com o governo, esta etapa ainda está dentro da chamada "fase de transição" da quarentena vermelha, mais restrita, para a laranja, com menos restrições. Com esta mudança, o comércio pode abrir das 6h às 20h. Apesar da alteração no horário, a capacidade continua a mesma, de 25% para qualquer tipo de estabelecimento. Esta regra tem validade até o dia 9 de maio.

Segundo a secretária de Desenvolvimento Econômico de São Paulo, Patricia Ellen, o toque de recolher continua, das 20h às 5h. Parques estaduais e municipais podem abrir das 6h às 18h. O teletrabalho para atividades administrativas não essenciais continua obrigatório. As regras na educação também não foram alteradas.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.