Cardozo adia pronunciamento sobre Operação Porto Seguro

O ministro da Justiça falará à Câmara sobre a operação e sobre a onda de violência em SP na próxima terça-feira

Brasília - O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, estará na Câmara na próxima terça-feira (4) para prestar esclarecimentos sobre a Operação Porto Seguro da Polícia Federal (PF) à Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado. Cardozo falaria hoje (27) aos parlamentares sobre a série de atos violentos que ocorre em São Paulo, mas o depoimento foi adiando a pedido dele. O ministro quer mais tempo para abordar os dois assuntos na próxima semana.

Segundo o presidente da comissão, Efraim Filho (DEM-PB), o acordo com o ministro – para que fosse acrescentado ao requerimento referente a São Paulo o pedido de esclarecimento sobre a operação da PF – ocorreu no início da manhã.

A PF prendeu seis pessoas na Operação Porto Seguro, na sexta-feira (23). As ações ocorreram em São Paulo – capital e interior – e Brasília, decorrentes de investigação de um grupo de pessoas que atuava em órgãos federais para beneficiar interesses privados.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.