Brasil tem 7 mortes pelo coronavírus; vítimas são de SP e do RJ

Em todo o país são mais 400 infectados pelo Covid-19. Diversos estados adotaram medidas para conter o avanço do vírus

O Brasil tem sete mortes causadas pelo coronavírus. Na tarde desta quinta-feira, a operadora de saúde Prevent Senior atualizou para cinco o número de óbitos no estado de São Paulo. Mais duas ainda foram confirmadas pela Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro. O país já tem mais de 400 infectados.

A Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo ainda não confirmou quantos desses cinco óbitos são novos.

A operadora administra a rede de hospitais própria Sancta Maggiore, onde a maioria das mortes ocorreu. A empresa não divulgou detalhes sobre as duas últimas vítimas. As três primeiras, divulgadas anteriormente, eram homens idosos e com doenças crônicas.

A Prevent Senior tem 123 pessoas internadas em seus hospitais com sintomas da Covid-19. Desse número, 28 já testaram positivo para o vírus e os demais aguardam o resultado dos exames. Ao menos 33 dos internados estão na UTI.

No Rio de Janeiro, a primeira morte pelo coronavírus foi de uma mulher, de 63 anos, da cidade Miguel Pereira. A segunda vítima é um homem de 69 anos, de Niterói.

Estabelecimentos fechados

Diversos estados estão adotando medidas para frear o avanço do coronavírus. O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), recomendou, nesta quarta-feira, 18, fechar os shoppings center e academias da região metropolitana.

A orientação é para que os centros comerciais parem as atividades entre 19 e 23 de março. Os estabelecimentos devem ficar fechados até 30 de abril. Além disso, a Prefeitura de São Paulo determinou o fechamento de lojas e do comércio na cidade a partir do dia 5 de abril.

Na terça-feira, 17, o Rio de Janeiro decretou situação de emergência e determinou, entre outras medidas, a suspensão por 15 dias a circulação de linhas de ônibus interestaduais com origem em estados que estejam com o contágio comunitário do vírus confirmado ou com a situação de emergência decretada, como é o caso de São Paulo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.