Brasil receberá remédios para intubação de outros países, diz Queiroga

Queiroga destacou, em entrevista coletiva, um acordo já fechado com a Espanha, além de uma compra internacional realizada pelo ministério por meio da Opas

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta quinta-feira que o Brasil está negociando com países parceiros o recebimento de medicamentos para intubação de pacientes de covid-19 em meio à "situação de emergência" vivida com a escassez desses insumos.

Queiroga destacou, em entrevista coletiva, um acordo já fechado com a Espanha, além de uma compra internacional realizada pelo ministério por meio da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas). O ministro não detalhou as quantidades ou valores das compras.

"O Ministério da Saúde, em parceria com a Opas, fez uma compra internacional desses insumos que visam recuperar o nosso estoque. Além dessa ação junto à Opas, a relação bilateral do Brasil com outros países, aqui eu destaco a Espanha, também trará a curto prazo medicamentos para nos atender nessa situação de emergência", afirmou.

O ministro também agradeceu a mineradora Vale por uma doação realizada por um pool de empresas de 2,3 milhões de medicamentos usados na intubação de pacientes.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.