Brasil condena ataque a sinagoga em Jerusalém

Segundo o Itamaraty, o governo e o povo brasileiros se solidarizam com as famílias das vítimas

Brasília - O Ministério das Relações Exteriores divulgou nota em que o governo brasileiro condena “com veemência” o atentado ocorrido ontem (18) em Jerusalém, quando dois palestinos atacaram uma sinagoga, o que causou a morte de cinco israelenses e feriu oito pessoas.

Segundo o Itamaraty, o governo e o povo brasileiros se solidarizam com as famílias das vítimas.

O Brasil também volta a manifestar a posição de que uma solução para o conflito de Israel com a Palestina e uma convivência segura entre as duas populações devem, necessariamente, se dar por meio de acordos pacíficos e sem o uso de violência.

“O Brasil reitera a condenação categórica de práticas terroristas, independentemente de motivações de qualquer natureza. O governo brasileiro confia na capacidade das lideranças israelenses e palestinas de reduzir a tensão na região e dar seguimento às negociações de paz”, afirma a nota.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também