Brasil

Brasil é o 48º melhor local para se viver, diz revista

Revista Newsweek publicou ranking com os melhores países para se viver; no resultado, o Brasil aparece em 48º lugar, atrás da Romênia, do Peru e da Jamaica

Centro de Helsinque, capital da Finlândia: país foi eleito o primeio no ranking da Newsweek  (.)

Centro de Helsinque, capital da Finlândia: país foi eleito o primeio no ranking da Newsweek (.)

Diogo Max

Diogo Max

Publicado em 19 de agosto de 2010 às 15h46.

São Paulo - Se você fosse nascer hoje, que país lhe daria as melhores oportunidades para viver? Essa foi a pergunta que norteou o mais novo ranking da revista Newsweek, que listou os 100 melhores países para se viver. No resultado, o Brasil aparece em 48º lugar - atrás da Romênia, do Peru e da Jamaica.

Em comparação com outras nações da América Latina e do Caribe, o Brasil aparece em nono lugar, tendo que ver a sua frente Jamaica, Argentina, México, Uruguai, Peru, Panamá, Costa Rica e Chile. Esse último, aliás, é o melhor da região, mas apenas o 30º em relação aos outros países do mundo.

Já no G20, o Brasil é considerado apenas o 12º mais importante - para a Newsweek, a Austrália assume o topo desse grupo. Apenas em uma categoria o Brasil é líder. Nos chamados Brics, o país deixa Rússia, China e Índia para trás.

Para fazer a comparação entre as 100 nações, a Newsweek elegeu cinco critérios - educação, saúde, qualidade de vida, competitividade econômica e ambiente político. De acordo com a revista, meses foram necessários para fazer a comparação, que contou com a ajuda de diversos especialistas, entre eles o prêmio Nobel  Joseph Stiglitz.

A publicação ainda faz uma advertência. "Como todas as listas, essa não é perfeita, mas oferece respostas surpreendentes e fascinantes", avisa a Newsweek.

A Finlândia ficou em primeiro lugar no ranking geral, seguida da Suíça, Suécia e Austrália. Os Estados Unidos ficaram em 11º lugar, à frente da Alemanha (12º), do Reino Unido (14º) e da França (16º).

Curiosidade
O ranking da Newsweek traz uma curiosidade: "Os Verdadeiros Vencedores do Mundo", uma seção com os países onde é melhor envelhecer, soltar uma pipa ou possuir um cachorro. O Brasil aparece nessa lista, como o melhor local para fazer cirurgia plástica.  

"Nenhum outro país tem tantos cirurgiões plásticos por pessoa. A indústria de 15 bilhões de dólares atrai quase mais turistas que as praias. Regulações inovadoras dão aos cirurgiões brasileiros uma ajudazinha", diz a publicação.  

Lula, entre os melhores líderes
O presidente Lula também é citado no ranking da Newsweek, como um dos melhores líderes que merecem respeito. "Sob Lula, o Brasil se transformou de um país em desenvolvimento crônico para uma potência emergente. Com uma economia estável, biocombustíveis, novos campos de petróleo gigantes, uma classe média em ascensão e queda da desigualdade, o Brasil hoje parece ter tudo", diz a publicação, que não lista o Brasil entre as dez economias mais dinâmicas.

"Enquanto alguns críticos afirmam que a glória subiu a sua cabeça, comparando-o aos demagogos Hugo Chávez e Mahmoud Ahmadinejad, Lula manteve-se essencialmente pragmático, experiente o suficiente para não arriscar a sorte recente do seu país em uma aventura populista. Como resultado, o Brasil subiu em seu tempo. E na política, isso é tudo que importa", continua a publicação.

Leia mais notícias relacionadas ao Brasil

Siga as notícias do site EXAME sobre Economia no Twitter

Acompanhe tudo sobre:América LatinaCrescimento econômicoDados de BrasilDesenvolvimento econômicoLuiz Inácio Lula da SilvaPersonalidadesPolítica no BrasilPolíticosPolíticos brasileirosPT – Partido dos Trabalhadoresqualidade-de-vidaSaúde

Mais de Brasil

Aos 78 anos, morre o ex-governador do Acre Romildo Magalhães

Morre o jornalista Sérgio Cabral, pai, aos 87 anos

Dunga, ex-técnico da Seleção Brasileira, e sua esposa sofrem acidente de carro no Paraná

PF apreende 12 milhões de maços de cigarros em São Paulo em maior operação na história

Mais na Exame