Brasil

Após subir em pesquisa, Datena diz que "aumentou a vontade de ser prefeito" de SP

Apresentador aparece empatado tecnicamente com Nunes e Boulos na liderança da disputa pela prefeitura de São Paulo

André Martins
André Martins

Repórter de Brasil e Economia

Publicado em 27 de junho de 2024 às 14h43.

Tudo sobreEleições 2024
Saiba mais

O apresentador e pré-candidato à prefeitura da cidade de São Paulo, José Luiz Datena (PSDB), comemorou a pesquisa Genial/Quaest divulgada nesta quinta-feira, 27. Datena apareceu pela primeira vez empatado tecnicamente a liderança com o atual prefeito, Ricardo Nunes (MDB), e o deputado federal, Guilherme Boulos (PSOL).

“Essa pesquisa do instituto Quaest só aumentou a minha vontade de ser perfeito de São Paulo. Ficou claro que a cidade procura uma alternativa e eu quero ser prefeito para tirar o crime organizado da prefeitura", disse em declaração divulgada pela assessoria da campanha.

Segundo o levantamento, o atual prefeito de São Paulo e pré-candidato à reeleição, Ricardo Nunes (MDB), tem 22% das intenções de voto na capital, deputado federal, Guilherme Boulos (PSOL), 21%, e o apresentador José Luiz Datena (PSDB), 17%. Essa foi a primeira pesquisa do instituto sobre a corrida eleitoral de São Paulo.

Datena reforçou ainda o seu discurso focado na segurança e de melhorar os serviços de educação e saúde para os mais pobres, extrato da população que tem melhor desempenho na pesquisa divulgada.

"O PCC não vai mais mandar nos ônibus de SP. A saúde precisa funcionar direito. A educação precisa melhor e melhorar muito. Não é só ter e escola é creche, é ter escola e creche boa para o pobre", disse.

O pré-candidato tucado critícou ainda o programa de recapeamento encampado pela gestão Nunes. Datena disse que quer ser prefeito para acabar com a 'bandalheira' e reforçou que pretende ir até o fim da disputa.

"Quero ser prefeito para acabar com a bandalheira. Não tem voltar atrás, não tem recuo. Acabou para eles", concluiu o apresentador.

Acompanhe tudo sobre:José Luiz DatenaEleições 2024

Mais de Brasil

Justiça determina prisão de 98 anos a Renato Duque, ex-diretor da Petrobras

Prouni 2024: inscrições para vagas do 2º semestre começam na próxima terça, 23

Letalidade policia cresce 188% em 10 anos; negros são as principais vítimas, aponta Anuário

⁠Violência doméstica contra a mulher cresce 9,8% no Brasil, aponta Anuário de Segurança Pública

Mais na Exame