Aena arremata bloco de Congonhas por R$ 2,45 bi

O grupo espanhol já opera seis aeroportos no país
Bloco SP-MS-PA-MG é composto por diversos aeroportos (Germano Lüders/Exame)
Bloco SP-MS-PA-MG é composto por diversos aeroportos (Germano Lüders/Exame)
E
Estadão Conteúdo

Publicado em 18/08/2022 às 15:42.

Última atualização em 18/08/2022 às 15:42.

A Aena arrematou nesta quinta-feira, 18, o bloco de aeroportos SP-MS-PA-MG por R$ 2,45 bilhões, um ágio de 231% em relação à outorga mínima estabelecida no edital, de R$ 740,1 milhões. O grupo espanhol já opera seis aeroportos no País.

O bloco SP-MS-PA-MG é composto pelos aeroportos de Congonhas, em São Paulo; Campo Grande, Corumbá e Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul; Santarém, Marabá, Parauapebas e Altamira, no Pará; e Uberlândia, Uberaba e Montes Claros, em Minas Gerais.

O governo federal promove nesta quinta-feira, na sede da B3, na capital paulista, a 7ª rodada de concessão de aeroportos, com a oferta de três blocos, totalizando 15 terminais.

O ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, representantes do governo federal e executivos do setor estão presentes no espaço B3 (antigo pregão) para acompanhar a sessão pública.

Veja também: 

Procuradoria Geral pede ao STF suspensão da candidatura de Eduardo Cunha

São Paulo deve registrar novo recorde de frio do ano até o fim de semana