6 baixas em 6 meses: por que estes ministros de Temer caíram

Faltando alguns dias aprovar medidas importantes para a economia, Temer perde principal articulador e crise se agrava

São Paulo - Quando decidiu os nomes que fariam parte do alto escalão do seu governo, o presidente Michel Temer (PMDB) tinha um objetivo claro: não repetir os erros da antecessora e criar uma equipe forte o suficiente para garantir governabilidade.

Seis meses após essa escolha, ele perde um de seus principais articuladores políticos, o ministro Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo), em meio a graves acusações de tráfico de influência. Ele é o sexto homem forte de Temer a cair em pouco mais de seis meses. Veja quem são os outros e os motivos que os levaram a deixar o governo.

 

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.