Whitney Wolfe Herd, do Bumble, é a CEO mais jovem da história a fazer IPO

O valor de mercado do Bumble atingiu 7,7 bilhões de dólares após o IPO. Herde é a 20ª fundadora a abrir capital de uma empresa nos EUA

Quando a empreendedora Whitney Wolfe Herd, de 31 anos, ajudou a fundar o aplicativo de relacionamentos Tinder, ela jamais imaginou que, nove anos depois, seria a mulher mais jovem da história a abrir o capital de uma empresa.

Não do Tinder – esse capítulo da vida de Herd ficou para trás em 2014, quando, após um término conturbado com um dos cofundadores do app, ela deixou a empresa –, mas sim do Bumble, aplicativo fundado no mesmo ano em que ela saiu do Tinder, e no qual as mulheres iniciam a conversa com pessoas de seu interesse (romântico ou não).

O valor de mercado do Bumble atingiu 7,7 bilhões de dólares após o IPO, nesta quinta-feira, 11. As ações da empresa tiveram alta de 63% no primeiro dia de negociações, fechando o pregão valendo 70 dólares cada. Com 42 milhões de usuários, a empresa tem investidores de peso como a tenista Serena Williams e a atriz e modelo Priyanka Chopra Jonas.

"É um pouco triste eu ser a mais jovem", disse Herd após abrir o capital de sua empresa, com o "seu bebê em seus quadris". A empreendedora espera quebrar barreiras com essa – e várias outras – decisões.

"Quando você olha para todos os homens que levaram suas companhias a público, eles fazem isso na casa dos 20 anos, e acho que isso é um reflexo dos investimentos que eles conseguem e da aceitação social de eles largarem a escola ou tomarem um caminho não-tradicional", disse Herd em entrevista ao site FastCompany. "Eu acho que, para alguns, ainda existe uma pressão tremenda para seguir um caminho aprovado, e isso realmente os coloca nesse reino da impossibilidade de abrir o capital da empresa quando são mais jovens", afirmou.

Na manhã de quinta, o Bumble excedeu as expectativas dos investidores no mercado de ações e conseguiu levantar um total de 2,15 bilhões de dólares. Isso aconteceu depois de a empresa aumentar o número de papéis ofertados de 45 para 50 milhões, cada um custando 43 dólares.

Segundo o site Business Insider, a compensação anual de Herd deve ser de cerca de 19 milhões de dólares, incluindo seu salário e ações. Herd também faz parte do conselho administrativo da produtora audiovisual Imagine Entertainment e da faculdade onde se formou, o que deve aumentar consideravelmente seu patrimônio líquido.

Em 2019, em entrevista ao site Fast Company, Herd afirmou que queria construir uma "internet feminina", em contrapartida ao "brotopia", termo usado para definir quando um grupo de homens domina uma determinada área.

À época, as discussões sobre privacidade de dados estava em alta, quase como agora, e a reação positiva do Bumble de avisar os usuários sobre conteúdos inconvenientes e remover a opção de fazer login pelo Facebook. Além disso, o aplicativo foi um dos primeiros a defender uma proteção maior de dados na internet, o que levantou a questão: será que ter mais mulheres na liderança das big techs poderia criar uma web mais segura, respeitosa e igualitária?

Não é somente dentro do aplicativo – ou fora, no IPO, onde a maioria dos executivos que deram entrada no processo era composta por mulheres  – que Herd se preocupa com a igualdade de gênero na tecnologia. Na empresa, cerca de 82% dos funcionários há dois anos eram mulheres, e quase todos os cargos de liderança também eram ocupados por elas.

Com o Bumble, Herd pretende "empoderar as mulheres para que elas deem o primeiro passo em todas as áreas de suas vidas". Hoje, é ela quem dá um passo em direção à história.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também