UFC do futuro pode ter armas e roupas high tech de carbono

A competição Unified Weapons Masters quer ser uma espécie de UFC do futuro. Os "gladiadores" usarão armas e vestes high tech de carbono que analisam os danos
Lutadores da UWM: a veste tecnológica permite que briguem usando armas (Divulgação/UWM)
Lutadores da UWM: a veste tecnológica permite que briguem usando armas (Divulgação/UWM)
V
Victor CaputoPublicado em 16/07/2014 às 11:42.

São Paulo – Uma empresa sediada em Sidney, na Austrália, quer trazer de volta os combates medievais. Como a Idade Média ficou no passado, toques de tecnologia e de entretenimento moderno serão dados às lutas.

O nome da empresa é Unified Weapons Masters (UWM). A pretensão é ser algo como o UFC é hoje. Dois lutadores extremamente capacitados em artes marciais e em armas se enfrentariam.

Eles vestiriam uma espécie de armadura tecnológica. Ela é construída com fibra de carbono. O corpo dos combatentes ficaria completamente coberto pela veste (desde as pernas até a cabeça).

Por dentro, a roupa é repleta de sensores. O objetivo é criar uma forma de pontuação para a batalha. As vestes são capazes de identificar cada pancada levada e qual foi a força com que ela chegou. As informações são enviadas por um sistema por Wi-Fi, que analisa os dados.

Ele é capaz de entender quais seriam os estragos no corpo do adversário, caso ele não estivesse blindado. Após certo número de pancadas, um aviso é emitido dizendo que o competidor estaria desmaiado ou morto.

A veste ainda tem sensores para medições do corpo do competidor. Taxa de saturação de oxigênio, batimentos cardíacos e temperatura do corpo são medidos em tempo real.

A ideia para a competição veio de Justin Forsell — que é um dos fundadores do UWM. Ele vem treinando combate ao redor do mundo há anos. Sempre sentiu falta de um espaço para que os combatentes que usam armas pudessem se enfrentar sem ferir uns aos outros.

Nos últimos anos, a empresa trabalhou no conceito da competição e, principalmente, no desenvolvimento das vestes. As armaduras foram desenvolvidas por especialistas. Um dos membros da equipe trabalhou no desenvolvimento de armas e vestes para os filmes da série "O Senhor dos Anéis".

Usando geração de imagens, será possível criar lutadores virtuais para simular os efeitos dos golpes. O site do UWM ainda afirma que é possível gerar um vídeo mostrando os lutadores como gladiadores na Roma antiga, entre outros cenários.

De acordo com os fundadores, de 303 estilos de artes marciais, 96 são baseados em armas. Até agora, isso impediu a prática desses estilos, já que poderia haver graves consequências para os lutadores.

Veja um vídeo mostrando os combatentes com suas armaduras:

//www.youtube.com/embed/ngATRlR3UuU?list=UUTtyqhemTJiqoDvr48D2G9w