Trocar mapa do iOS 6 foi erro da Apple, diz Google

Declarações foram feitas no Japão por Eric Schmidt, ex-CEO e atual membro do conselho executivo do gigante de buscas

São Paulo – Em uma entrevista concedida nesta terça-feira à imprensa japonesa, Eric Schmidt, ex-CEO e atual membro do conselho executivo do Google, afirmou que a Apple não deveria ter abandonado o aplicativo Google Maps em sua sexta versão do sistema operacional iOS – plataforma móvel exclusiva para iPhones, iPads e iPods. “Nós pensamos que a plataforma seria melhor se eles tivessem mantido o nosso serviço de mapas. Mas o que podemos fazer? Forçá-los a mudar de ideia? Essa é uma decisão deles”, disse.

Com a atualização do sistema, a Apple optou por trocar o aplicativo de mapas da companhia rival por um proprietário, desenvolvido em conjunto com a empresa holandesa Tom Tom, especializada em navegação e geolocalização. No entanto, a mudança vem causando transtornos, já que o novo serviço apresenta problemas graves, como erro no cálculo de rotas, cidades posicionadas no meio do oceano e falhas na identificação da direção do tráfego nas vias.

Schmdit afirmou ainda que o Google não tem planos para liberar um aplicativo do Google Maps para o iOS 6. O executivo está em Tokyo para acompanhar o lançamento do primeiro tablet oficial do Google, o Nexus 7.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.