TikTok muda regras para adolescentes na rede social

Mudanças limitam interação feita por edição, comentários ou downloads de vídeos de usuários menores de 16 anos.

O TikTok está trazendo novas regras para contas de adolescentes, especificamente os que têm entre 13 e 16 anos.

A empresa anunciou nesta quarta-feira, 13, que está mudando as configurações padrão de privacidade, comentários e acesso de conteúdo de contas de jovens nessa faixa etária. A partir de hoje, as contas de usuários entre 13 e 15 anos terão configuração “privada” por definição, ou seja, já serão criadas sem que pessoas autorizadas possam seguir.

“Com uma conta privada no TikTok, apenas quem o usuário aprovar como seguidor pode assistir aos seus vídeos. Queremos que nossos criadores de conteúdo mais jovens sejam capazes de fazer escolhas informadas sobre o que e com quem desejam compartilhar”, disse o TikTok em nota.

As mudanças acontecem também acontecem para a seção de comentários, edição de vídeo e download de publicações. Veja o que muda:

  • A partir de agora usuários com menos de 16 anos só poderão receber comentários de amigos, ou optar por não receber comentários. A opção que permite que qualquer usuário comente nas publicações desses usuários está sendo removida;
  • As funções “dueto” e “costurar” — que permitem que alguém interaja com um vídeo através da edição dos dois conteúdos — foi removida. Só será possível usar essas ferramentas para vídeos de usuários com 16 anos ou mais. Para os menores de idade, a configuração padrão para edições desse tipo foi alterada, permitindo que somente amigos façam.
  • Não haverá mais a possibilidade de fazer downloads de vídeos de usuários menores de 16 anos. Quem tem entre 16 e 17 anos terá os downloads desligados por padrão, mas poderá alterar a configuração.
  • A definição de sugerir a conta para outros usuários também foi desativada por padrão para quem tem entre 13 e 15 anos.

As novidades se somam a outras que o TikTok já tinha implementado para usuários adolescentes, como restrições no envio de mensagens diretas e livestreams, ou a compra e envio de presentes virtuais.

Embora o TikTok não informe dados sobre a distribuição da audiência no aplicativo, uma reportagem do jornal The New York Times, no ano passado, revelou que o app classificava 18 milhões de usuários como menores de 14 anos. Pouco menos de um terço dos 49 milhões de usuários diários à época.

Cerca de 20 milhões dos usuários tinham mais de 14 anos e o restante foi classificado como tendo idade desconhecida. De acordo com ex-funcionários da empresa ouvidados pelo NYT, o TikTok não mede a idade dos usuários por autodeclaração, mas por comportamento dentro do aplicativo e por algoritmos de reconhecimento facial que varrem imagens e vídeos.

    Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


    Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


    Falta pouco para você liberar seu acesso.

    exame digital

    R$ 15,90/mês

    • Acesse onde e quando quiser.

    • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
    Assine

    exame digital + impressa

    R$ 44,90/mês

    • Acesse onde e quando quiser

    • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

    • Edição impressa quinzenal.

    • Frete grátis
    Assine

    Já é assinante? Entre aqui.

    Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.