Tecnologia
Acompanhe:

Tegma fecha venda da Direct Express por R$127 milhões

Em comunicado à parte, a varejista B2W afirmou que a aquisição está 'alinhada com o seu plano estratégico de estar mais próxima do cliente

 (Getty Images)

(Getty Images)

R
Reuters

16 de junho de 2014, 06h53

A Tegma Gestão e Logística e sua controlada Niyati anunciaram nesta segunda-feira (16) o fechamento de acordo com uma subsidiária da B2W para venda de 100 por cento da Direct Express Logística por 127 milhões de reais.

Em comunicado à parte, a varejista B2W afirmou que a aquisição está "alinhada com o seu plano estratégico de estar mais próxima do cliente, oferecendo a melhor experiência de compra da internet brasileira".