Super-helicóptero vai transportar o sucessor de Obama

Por 1,2 bilhão de dólares, a Casa Branca começa a renovar a frota de helicópteros que transporta o presidente americano

São Paulo -- Quando Barack Obama precisa voar no Marine One, o nome dado a qualquer helicóptero que transporte o presidente americano, ele embarca em aeronaves que, em alguns casos, foram projetadas nos anos 70.

Agora, por 1,2 bilhão de dólares, a Casa Branca vai começar a trocar toda a frota de helicópteros presidenciais. Os novos aparelhos Sikorsky VH-92 vão trazer o que há de mais avançado em tecnologia.

Segundo a descrição da Sikorsky, eles vão combinar interior de avião executivo com equipamentos de helicóptero de combate.

Terão três sistemas elétricos paralelos. Se um deles tiver algum problema, os outros dois vão garantir o suprimento de energia a bordo. Os controles de voo também serão duplicados. 

O VH-92 é derivado de outro modelo da Sikorsky, o S-92, que é fabricado desde 2004. É considerado um helicóptero de médio porte. Com 17 metros de comprimento, porém, ele é grande para os padrões brasileiros. 

O S-92 tem duas turbinas General Electric, que geram potência suficiente para que decole com 5 toneladas de carga. É capaz de voar a mais de 300 km/h e, dependendo da configuração, pode levar até 22 passageiros.

Esse modelo é empregado em missões militares, em serviços de busca e salvamento e, principalmente, no transporte de pessoas para plataformas marítimas de petróleo. É também usado por dez países para transportar chefes de estado. 

O preço de 1,2 bilhão de dólares inclui a adaptação dos helicópteros e o fornecimentos dos seis primeiros exemplares, além de serviços de treinamento e manutenção. 

Por causa do alto nível de segurança exigido, o preço do VH-92 será muitas vezes superior ao de um S-92 comum, que custa 32 milhões de dólares. O plano da Casa Branca é que 21 aeronaves sejam compradas até 2023.

Barack Obama, porém, não vai se divertir com os novos brinquedinhos. As primeiras unidades começarão a ser entregues em 2018. E o mandato de Obama termina em janeiro de 2017.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 9,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.