Sucesso na Europa, Spotify chega aos Estados Unidos

O serviço do tipo "ouça o que quiser e pague pouco" estreia nos Estados Unidos depois de fechar acordo com o Warner Music Group
Música infinita a preço baixo é o que oferecem Martin Lorentzon e Daniel Ek, fundadores do Spotify (Divulgação)
Música infinita a preço baixo é o que oferecem Martin Lorentzon e Daniel Ek, fundadores do Spotify (Divulgação)
D
Da RedaçãoPublicado em 19/09/2013 às 11:46.

São Pualo -- O Spotify, serviço sueco de música sob demanda, chegou aos Estados Unidos nesta quinta-feira. Disseminado na Europa, o serviço possui integração com Facebook, o que permite aos usuários compartilhem com amigos suas listas de reprodução, artistas favoritos e músicas prediletas. A expansão do serviço para o mercado americano foi possível após acordo com o Warner Music Group, fechado nesta quarta-feira.

A versão gratuita do serviço só estará disponível para quem tem convite. Os interessados também têm a opção de pagar 5 dólares (cerca de 8 reais) mensais para acessar a versão sem anúncios ou de pagar 10 dólares (cerca de 15 reais) por mês para usar o serviço premium, que da direito a ouvir música pelo celular.

De acordo com o jornal americano The New York Times, a empresa recentemente levantou 100 milhões de dólares (157 milhões de reais) em uma rodada de investimento e estima-se que seu valor seja de 1 bilhão de dólares (1,57 bilhões de reais). Para chamar a atenção dos americanos, o Spotify fechou parcerias com as empresas Coca-Cola, Chevrolet, Motorola e Reebok, entre outras. Essas marcas prometem fazer campanhas de publicidade inovadoras nas próximas semanas.