Tecnologia
Acompanhe:

Sony retomará alguns serviços da PlayStation Network

Serviços geram receitas anuais estimadas em 500 milhões de dólares, oferecendo também acesso online a filmes e programas de TV

Serviço havia sido desativado em 19 de abril, depois da violação de dados pessoais de mais de 70 milhões de usuários (Divulgação/Sony)

Serviço havia sido desativado em 19 de abril, depois da violação de dados pessoais de mais de 70 milhões de usuários (Divulgação/Sony)

R
REUTERS

Publicado em 16 de maio de 2011, 16h05.

Tóquio - A Sony informou neste domingo que retomará alguns serviços da PlayStation Network nesta semana, depois de melhorar a segurança dos sistemas.

O serviço foi alvo de um ataque que permitiu a violação de dados pessoais de mais de 70 milhões de usuários.

Executivos da Sony se desculparam pelo problema em uma conferência de imprensa neste domingo, em Tóquio, no primeiro comentário público da administração da companhia.

O ocorrido motivou ações legais e investigações nos Estados Unidos e Europa, onde vivem cerca de 90 por cento dos usuários da rede que permite aos usuários jogarem entre si.

A PlayStation Network gera receitas anuais estimadas em 500 milhões de dólares, oferecendo também acesso online a filmes e programas de TV.

A Sony desativou a rede em 19 de abril, depois de descobrir a violação, uma das maiores infiltrações online em bancos de dados já registrada.

Hackers roubaram nomes, endereços e possivelmente detalhes de cartões de crédito dos usuários.

Na luta para controlar a crise, a Sony informou que vai oferecer acesso gratuito a alguns conteúdos, incluindo 30 dias de acesso a um serviço premium aos usuários inscritos.