Q6 e Q6+ levam reconhecimento facial a nova faixa de preço

Produtos têm tela grande e design com boa dissipação de calor para evitar problemas na bateria
 (LG/Divulgação)
(LG/Divulgação)
L
Lucas Agrela

Publicado em 19/09/2017 às 16:42.

Última atualização em 19/09/2017 às 17:03.

São Paulo - A LG anunciou hoje o lançamento dos novos smartphones chamados Q6 e Q6+. Os aparelhos marcam a estreia dessa família de produtos no Brasil e trazem um recurso presente apenas em celulares avançados a uma faixa de preço mais acessível: o desbloqueio por reconhecimento facial.

Os smartphones têm a telona presente no LG G6, o dispositivo mais sofisticado da marca, que permite a divisão de dois apps em quadrados perfeitos, dada a proporção de tela 18:9 (o comum é 16:9). Esse display é chamado FullVision.

Além disso, eles vêm com processador Snapdragon 435, sistema Android 7.1.1 Nougat e bateria com capacidade de 2.900 mAh.

O reconhecimento facial ajuda a trazer praticidade no uso diário de um smartphone. Com ele, não é preciso usar a impressão digital ou código para usar seus aplicativos com a segurança do uso de uma senha, que passa a ser o seu rosto.

Vale notar que o recurso é mais parecido com a tecnologia de reconhecimento facial do Galaxy S8, da Samsung, do que a dos novos iPhones, que faz um análise tridimensional dos rostos.

Em termos de câmeras, os produtos têm sensores de 13 megapixels (traseira) e 5 megapixels (frontal). O Q6, que tem 3 GB de memória RAM e 32 GB de armazenamento, tem preço sugerido de 1.299 e o Q6+, com 4GB e 64 GB, custará 1.599 reais. Os aparelhos contam também com TV digital.

Segundo Bárbara Toscano, gerente de marketing da LG do Brasil, os lançamentos indicam uma melhora do mercado em meio à crise econômica e política que o país atravessa.

De acordo com porta-vozes da empresa, os novos smartphones buscam se diferenciar tanto pela tela FullVision quanto pela tecnologia de identificação de rostos, que tira proveito da plataforma da Qualcomm e dispensa a necessidade de sensores especiais para o desbloqueio biométrico–e ter um componente de hardware dedicado a isso é indispensável no caso do desbloqueio por meio de impressões digitais.

No entanto, os aparelhos da linha K, como o K10 Novo, devem seguir como os mais vendidos da marca.

Os novos smartphones da LG concorrem diretamente com o Asus Zenfone 3, o Galaxy J7 Prime e o Moto G5S Plus.

Veja Também

Como funciona a tela da LG que pode ser esticada
Tecnologia
Há 3 semanas • 2 min de leitura

Como funciona a tela da LG que pode ser esticada

Apple amarga perdas bilionárias na bolsa. Saiba os motivos
Tecnologia
Há 2 meses • 2 min de leitura

Apple amarga perdas bilionárias na bolsa. Saiba os motivos