Polícia afirma que Google violou leis sul-coreanas com Street View

A Coreia do Sul seria o primeiro país a apresentar acusações formais contra a empresa norte-americana

Tóquio - A Polícia sul-coreana pedirá à procuradoria que apresente acusações contra a Google por divulgar informação pessoal de redes wi-fi com seu serviço de mapas Street View e assim violar as leis do país, informou nesta quinta-feira a agência "Yonhap".

O recurso de vistas panorâmicas do Google, que cobre mais de 100 cidades em 30 países e permite enxergar com nitidez pessoas, veículos e fachadas de lojas, recebeu diversas críticas por violar a privacidade.

Em maio do ano passado, a Google reconheceu que a frota de veículos que utiliza para tirar fotos nas ruas tinha recolhido 600 GB de informação de redes wi-fi não protegidas, incluindo "fragmentos" de e-mails e buscas de internet, mas disse que fez- o por erro.

Segundo a agência "Yonhap", no final deste mês a Polícia sul-coreana deve apresentar à procuradoria suas acusações contra a empresa californiana, alegando que cometeu atividades ilegais.

A Coreia do Sul seria o primeiro país a apresentar acusações contra a gigante da internet relacionadas ao Street View, investigado em pelo menos 16 países por recolher informação pessoal durante seu processo de fotografado das ruas.

A divulgação de informação pessoal sem autorização na Coreia do Sul recebe uma pena máxima de 10 anos de prisão e uma multa de até 50 milhões de wons (equivalente a 34.338 euros).

Desde o ano passado o serviço de Street View do Google se encontra desativado na Coreia do Sul, onde a companhia americana enfrenta à concorrência de portais locais como "Daum" e "Naver", com serviços de mapas muito similares.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.