Pesquisador alemão encontra vulnerabilidade em SIMcards

Duas grandes operadoras já estariam trabalhando para consertar o problema, de acordo com o site Mashable

O padrão GSM sempre foi tido como o mais seguro em telefonia móvel por causa do uso do SIMcard, que seria impossível de ser clonado.

Por isso, chama a atenção a descoberta de um pesquisador alemão sobre uma vulnerabilidade no SIMcard, que foi notícia na Forbes e no site norte-americano Mashable.

Após três anos de pesquisas e testes com mais de 1 mil SIMcards, o pesquisador em segurança Karsten Nohl descobriu uma vulnerabilidade que permite hackear chips baseados em um antigo padrão de criptografia chamado DES (Digital Encryption Standard). Calcula-se que um em cada quatro SIMcards no mundo estariam vulneráveis.

Ao receber um SMS invisível, o telefone poderia passar a ser controlado remotamente, o que permite o envio de mensagens para números premium, a gravação de chamadas e o redirecionamento de ligações.

O pesquisador alemão não acredita que algum hacker tenha explorado essa vulnerabilidade até agora. Ele vai apresentar a novidade em detalhes em um evento de segurança digital a ser realizado em Las Vegas no fim deste mês.

Duas grandes operadoras já estariam trabalhando para consertar o problema, de acordo com o site Mashable.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.