O E.T. que você conhece poderia ser bem mais assutador

Diretor do filme, inicialmente, pensava em assustar os espectadores

Tido como uma das obras máximas de Steven Spielberg, “E.T. - O Extraterrestre” emocionou adultos e crianças e ainda rendeu um bom dinheiro aos estúdios. Mas o que nem todo mundo sabia é que o objetivo inicial do diretor não era bem fazer rir ou chorar com a história do simpático alien, mas sim dar alguns sustos nos espectadores de um possível filme de terror.

A informação veio à tona já há algum tempo, sem fotos, em uma homenagem da revista Time aos 30 anos da chegada do extraterrestre aos cinemas. Mas eis que, quase dois anos depois da revelação, Rick Baker, responsável pelos efeitos especiais do filme, compartilhou no Twitter algumas imagens do modelo daquele que seria o personagem vindo de outro planeta.

Os “bonecos” são um tanto assustadores, o que ajuda a ilustrar o tom que Spielberg pretendia dar à obra. Chamada inicialmente de “Night Skies” (“Céus da Noite”, em tradução livre), ela serviria como uma espécie de continuação para o clássico “Contatos Imediatos de Terceiro Grau”, lançado pelo diretor em 1977.

Segundo o site Den of Geek, a produção dessa sequência foi um pedido da Columbia Pictures, que ficara impressionada com o retorno financeiro do primeiro filme. A história, bem mais assustadora que a do original, giraria em torno de ETs que poderiam matar uns aos outros com um toque da ponta dos dedos, e teria ainda um alien “do bem” chamado Buddee. Este último é o que mais se aproximava do simpático personagem que estaria no filme finalizado.

De acordo com a matéria publicada na página, Spielberg teria desistido da obra de terror enquanto ainda gravava “Os Caçadores da Arca Perdida”, por achar o enredo muito “sombrio”. Voltando, então, à tranquilidade e mistério do filme de extraterrestres original, o diretor resolveu mudar o roteiro até chegar ao resultado final que foi aos cinemas.

Alguns traços do enredo mais “aterrorizante”, no entanto, ainda foram parar em outras obras do norte-americano – o visual do simpático ET, por exemplo, não é de todo diferente dos aliens malvados do conceito original.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.