A página inicial está de cara nova Experimentar close button

"Netflix dos games": Microsoft prepara streaming de jogos para TVs

Segundo a companhia, responsável pelo Xbox, a experiência dos jogos será incorporada diretamente em televisores, sem a necessidade de aparelho adicional, além do joystick. Empresa deve apresentar mais detalhes na feira de games E3

A Microsoft, empresa que controla a marca Xbox, está desenvolvendo um dispositivo de streaming dedicado a jogos eletrônicos transmitidos via computação em nuvem por meio de um televisor, sem a necessidade de precisar comprar um console dedicado para jogar. A iniciativa faz parte do negócio chamado "Xbox Game Pass", que oferece acesso a uma biblioteca de jogos, mediante uma assinatura mensal.

Atualmente, Xbox Game Pass funciona em PCs ou consoles da Microsoft. Com o novo dispositivo, o serviço deve chegar para mais usuários. A novidade se assemelha ao GameFly, empresa que operou de 2012 a 2018, chegou a ter uma parceria exclusiva com televisores da Samsung no Brasil, mas encerrou atividades após ser comprada pela Electronic Arts. A iniciativa de games da Microsoft também é parecida com a adotada pelo Google Stadia, um serviço de streaming de games do gigante das buscas on-line.

A Microsoft pretende levar o Game Pass tanto para TVs quanto para celulares. Uma forma de fazer isso é via parcerias com fabricantes para adicionar jogos em nuvem a smart TVs . Para isso, será preciso que a dona do Xbox desenvolva uma tecnologia específica para que os usuários possam conectar em TVs ou monitores de computador e transmitir via jogos da nuvem -- sem a necessidade de um console ou um computador de última geração. Nesse caso, nada além de um televisor e um controle serão necessários para jogar games. Os jogos serão executados em um datacenter da Microsoft e transmitidos ao jogador em tempo real via internet.

Essa aposta da Microsoft no mundo do streaming de jogos coloca em evidência o futuro que a companhia espera para o mundo dos videogames: entretenimento interativo que não necessariamente envolva o modelo tradicional de hardware e software.

"Como empresa, a Microsoft aposta totalmente nos jogos. Os jogos são a categoria mais dinâmica na indústria do entretenimento. Na verdade, existem três áreas principais nas quais acreditamos ter uma vantagem competitiva incrível: primeiro, nossa liderança em nuvem. Em segundo lugar, os recursos de que dispomos para construir o nosso serviço de assinatura, o Xbox Game Pass. E terceiro, nosso foco geral em capacitar criadores", explica, em nota, Satya Nadella, CEO mundial da Microsoft.

A companhia tem realmente intensificado seus investimentos e seu foco quando se trata de jogos e capacitação de criadores. Um exemplo disso é a compra do icônico estúdio Bethesda, responsável por franquias como FalloutThe Elder Scrolls e Doom, por 7,5 bilhões de dólares em sua maior aquisição relacionada a videogames até agora. No Game Pass, a Microsoft oferece acesso tanto a jogos de seus próprios estúdio quanto de terceiros, e a biblioteca é rotativa (como acontece na Netflix com os filmes e séries).

Até o momento, a empresa não deu detalhes sobre a aparência desses novos dispositivos, embora haja uma certa sinergia do mercado quanto ao aparelho em si, que pode ser similar a Firestick da Amazon e do Chromecast do Google, ambos os quais agora oferecem um suporte para jogos em nuvem. O nome oficial também não foi relevado.

Ainda segundo a Microsoft, os jogos em nuvem do Xbox Game Pass Ultimate, plano mais completo do serviço de assinatura da companhia, serão lançados na Austrália, Brasil, México e Japão ainda este ano.

"Nas próximas semanas, os jogos em nuvem no navegador serão abertos a todos os membros do Xbox Game Pass Ultimate. Com suporte para Edge, Chrome e Safari, os jogadores estarão a apenas um clique de jogar em quase todos os dispositivos", informa a companhia.

Vale lembrar que a companhia deve detalhar mais sobre suas novidades para o mundo dos jogos por assinatura ainda nessa semana. No próximo dia 13 de junho, às 14h, a companhia se apresenta na E3, evento anual sobre jogos eletrônicos, no painel  "Xbox & Bethesda Games Showcase"

O que é o Xbox Game Pass

O Xbox Game Pass é o serviço de jogos por assinatura onde consumidores que possuem um Xbox ou um PC podem acessar um grande catálogo de jogos por um valor mensal - modelo de negócio semelhante ao adotado pelos outros serviços de streaming da atualidade como Netflix e Spotify, com a diferença que é necessário um console próprio para desfrutar do uso e que parte dos títulos só estavam disponíveis via download digital.

Agora, com uma maior integração ao sistema de Nuvem e a futura adaptação do sistema para outras plataformas, usuários poderão acessar esses jogos de qualquer dispositivo e sem a necessidade de realizar um download.

Atualmente, existem três tipos de assinatura para o Xbox Game Pass: para Xbox, que custa R$ 29,99 por mês; para PCs, com o mesmo preço e que inclui a EA Play e, por fim, a mais completa, chamada Ultimate, com custo mensal de R$ 44,99.

O mercado dos videogames é só mais uma das tantas bilionárias indústrias do entretenimento. Assine a EXAME e conheça de perto a inovação.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também