Metade dos usuários de smartphone nos EUA não usam GPS

Em metade dos aparelhos, o GPS não é usado. O motivo pode ser a vida curta da carga da bateria

São Paulo -- A maioria dos smartphones atuais possui o recurso de GPS, mas apenas 55% dos americanos utilizam a ferramenta para obter rotas e recomendações geográficas, segundo uma pesquisa realizada pela Pew Internet e pela American Life Project.

As empresas de consultoria examinaram três tipos de atividade envolvendo a geolocalização: buscas de serviços (mapas, rotas e recomendações baseadas na localização), serviços geosociais (Foursquare e Gowalla) e redes sociais que incluem automaticamente a localização geográfica do usuário (Twitter e Facebook).

A facilidade com que os hispânicos lidam com recursos de geolocalização chamou a atenção da Pew Internet em um estudo anterior e voltou a ganhar destaque na pesquisa atual. De acordo com o levantamento, 25% dos hispânicos que vivem nos Estados Unidos utilizam serviços geosociais, como o Foursquare, enquanto apenas 17% dos negros e 7% dos brancos fazem usos dessas redes. Em relação à busca de serviços, como recomendações e rotas, os brancos saem na frente com 59%, comparados ao negros, com 53%, e hispânicos, com 44%.

Especula-se que a razão pela qual 45% dos americanos tenham evitado usar os recursos GPS, apesar do alto investimento feito em um smartphone, pode estar diretamente relacionada à vida útil da maioria das baterias, que apesar das novas tecnologias têm durado cada vez menos. No intuito de não correr o risco de ficar sem celular ao longo do dia, muitos usuários têm optado por deixar a função desativada.

Participaram da pesquisa 2.277 adultos, que foram entrevistados entre 26 de abril e 22 de maio deste ano. A porcentagem de erro é de dois pontos para baixo ou para cima.  

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.