Tecnologia

Estado Islâmico ameaça de morte fundador do Twitter

Uma mensagem no Pastebin afirma que Jack Dorsey tornou-se um alvo aos membros do grupo

jack dorsey (Reprodução/Pastebin)

jack dorsey (Reprodução/Pastebin)

DR

Da Redação

Publicado em 2 de março de 2015 às 06h01.

O fundador do Twitter Jack Dorsey foi ameaçado de morte pelo grupo Estado Islâmico (EI), após a empresa bloquear contas dos extremistas na rede social.

Segundo o BuzzFeed, uma ameaça foi postada no site Pastebin, com uma foto do rosto de Dorsey coberto com um alvo de tiros.

A mensagem convoca "jihadistas" de todo o mundo a entrar na luta contra o Twitter. A publicação teria sido compartilhada por membros do EI.

Escrito em árabe, o post afirma que o pescoço do fundador tornou-se "oficialmente um alvo para os soldados do Califado".

A mensagem também cita uma suposta "guerra midiática" promovida contra o grupo, afirmando que, ao impedir que o EI e seus apoiadores tuítem, a rede social estaria "prevenindo a entrega da mensagem da missão sagrada ao mundo".

O grupo Estado Islâmico busca criar, por meio da força, uma nação própria, o Califado, que usará como lei uma interpretação rígida do Corão, o livro sagrado dos muçulmanos.

Em uma mensagem ao site Business Insider, o Twitter afirma que está monitorando as ameaças. "Nossa equipe de segurança está investigando a veracidade dessas ameaças ao lado das autoridades", disse um porta-voz da rede social.

Acompanhe tudo sobre:EmpresasEmpresas americanasEmpresas de internetINFOInternetRedes sociaisTwitter

Mais de Tecnologia

Motorola Moto G24 vale a pena? Veja preço, detalhes e ficha técnica

Samsung Galaxy A54 é bom? Veja preço, detalhes e ficha técnica

Samsung Galaxy M35 vale a pena? Veja preço, detalhes e ficha técnica

Samsung Galaxy S23 FE vale a pena? Veja preço, detalhes e ficha técnica

Mais na Exame