• BVSP 119.920,61 pts +0,3%
  • USD R$ 5,2768 +0,0001
  • EUR R$ 6,3673 +0,0008
  • ABEV3 R$ 16,05 +8,01%
  • BBAS3 R$ 29,23 -0,10%
  • BBDC4 R$ 23,95 +0,46%
  • BRFS3 R$ 21,02 +0,62%
  • BRKM3 R$ 51,14 -1,82%
  • BRML3 R$ 10,36 +1,97%
  • BTOW3 R$ 63,17 -3,41%
  • CSAN3 R$ 21,67 -1,66%
  • ELET3 R$ 36,74 +3,93%
  • EMBR3 R$ 15,79 +0,51%
  • Petróleo US$ 68,18 -0,10%
  • Ouro US$ 1.813,90 -0,10%
  • Prata US$ 27,36 -0,29%
  • Platina US$ 1.252,00 -0,42%

Em momentos distintos, IBM e Intel divulgam resultados do 4º trimestre

Enquanto a Intel tenta se reinventar e se recuperar do tombo sofrido no 3º trimestre, enquanto a IBM espera que sua nuvem continue crescendo

Esta reportagem faz parte da newsletter EXAME Desperta. Assine gratuitamente e receba todas as manhãs um resumo dos assuntos que serão notícia.

IBM e Intel estão prontas para a divulgação do balanço financeiro do quarto trimestre do ano passado e, consequentemente, dos resultados anuais de suas operações. As duas gigantes americanas já não vivem o mesmo protagonismo no mercado de tecnologia de anos atrás – posto agora ocupado por Amazon, Apple e Google –, mas querem provar que seus negócios são essenciais e valiosos. Os resultados serão divulgados após o fechamento do mercado.

IBM

Avaliada em quase 116 bilhões de dólares, a IBM viu o valor de suas ações aumentar pouco mais de 2,3% no último trimestre, mesmo após sofrer uma queda brusca na Nyse no fim de outubro. No pregão desta quarta-feira (20), as ações subiram 0,82% e terminaram o dia negociadas em 129,02 dólares cada.

Na previsão de analistas de analistas de Wall Street, a companhia deve terminar o trimestre com faturamento de 20,6 bilhões de dólares e lucro por ação na casa de 1,79 dólar por ativo. Os dois indicadores são menores do que os registrados no ano retrasado, quando a IBM fechou o quarto trimestre com receita de 21,8 bilhões de dólares e lucro de 4,78 dólares por ação.

Nos resultados do terceiro trimestre, a IBM não surpreendeu: queda na receita e crescimento da nuvem. A gigante americana obteve receita de 17,5 bilhões de dólares no período, quase o mesmo faturamento registrado em 2019. O lucro bruto aumentou 1% no período e ficou em 8,6 bilhões de dólares.

O destaque foi a receita obtida com serviços de computação em nuvem e cognitiva, área que inclui a operação da Red Hat. A divisão conseguiu ter alta de 7% no período e representou 5,5 bilhões de dólares do faturamento total da IBM no período. Como a IBM pretende se tornar uma empresa com cada vez mais serviços de nuvem, este número foi considerado bem positivo.

A IBM tenta inovar. Em 2020, a companhia registrou três vezes mais patentes do que a Apple. Foram mais de 352 mil novas patentes registradas no período. O que é mais impressionante é que este número ainda é 1% menor do que o obtido em 2019, quando a empresa realizou o registro de 354 mil patentes nos Estados Unidos.

Intel

Na Intel o clima é de mudança. Este será o último balanço da empresa sob o comando de Robert Swan. A companhia americana realizou uma troca de presidentes e o executivo que vai comandar a fabricante de processadores daqui para a frente será Pat Gelsinger, que já trabalhou na Intel e nos últimos anos estava na presidência da desenvolvedora de softwares VMware.

“Pat é um líder comprovado em tecnologia com um histórico distinto de inovação, desenvolvimento de talentos e um profundo conhecimento da Intel. Ele continuará uma abordagem de liderança cultural baseada em valores com um foco na execução operacional”, disse Omar Ishrak, presidente independente do conselho da Intel, na época do anúncio.

A alteração é um sinal claro de que a Intel quer se reinventar. E precisa. No último trimestre, a companhia viu seu lucro cair 28,6% ante o mesmo período de 2019, com quase 4,3 bilhões de dólares. A receita também diminuiu. O faturamento do terceiro trimestre de 2020 ficou em 18,3 bilhões de dólares, queda de 4,5% em relação ao mesmo período do ano retrasado.

Foi um trimestre conturbado para a Intel. A empresa viu o acordo com a Apple ser encerrado e a empresa de Cupertino lançar seus primeiros MacBooks com processadores M1, que são fabricados pela própria Apple, tornando a companhia uma ex-cliente da Intel. Na bolsa, as ações da Intel caíram quase 5% no trimestre. Atualmente a empresa vale 240,4 bilhões de dólares.

A consultoria americana Seeking Alpha estima que a Intel deva apresentar receita próxima de 17,5 bilhões de dólares no período. Se a previsão se concretizar, a companhia terá uma queda de 13% no faturamento do trimestre, já que no balanço do último trimestre do ano retrasado apontou faturamento de 20,2 bilhões de dólares.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.