Cuidado: não publique certificado de vacinação da covid-19 nas redes sociais

Em mãos erradas, informações da carteira de vacinação podem ter consequências graves

A animação quando um indivíduo recebe uma vacina contra o novo coronavírus é tanta que, em alguns casos, as pessoas têm postado fotos confirmando que foram vacinadas – quase como publicar uma foto de um livro no feed do Instagram ou uma foto dos parentes no Facebook. No entanto, a situação, que parece inofensiva, é extremamente perigosa.

Isso porque, no cartão de vacinação, dados sensíveis das pessoas podem ser expostos, como o nome completo do cidadão, a unidade onde a vacina foi aplicada, a data da vacinação, lote utilizado, qual foi a empresa cuja vacina foi administrada e a data quando a segunda dose deverá ser tomada. Segundo o PDK, escritório de advocacia especializado em proteção de dados, "em mãos erradas, essas informações podem gerar diversos riscos".

Um deles é a falsificação de cartões de vacinação. Com a foto do cartão, qualquer pessoa pode usar o Photoshop para fazer alterações e colocar o próprio nome nos espaços, além de, é claro, utilizar os dados expostos para outros golpes.

 

Assim como publicar fotos do RG, CPF ou qualquer outro documento que exponha seus dados sensíveis, divulgar a sua carteirinha de vacinação não é uma boa opção – e pode trazer consequências graves.

Saiba quais dados pessoais você nunca pode divulgar publicamente na internet:

  • Documentos em geral (RG, CNH, CPF)
  • Nome completo de pais e filhos
  • Endereço completo em redes sociais
  • Dados bancários e financeiros
  • Se a sua chave do PIX for seu CPF, não publique em redes sociais
  • Fotos de diplomas e contratos
  • Informações sobre a empresa em que você trabalha – como salário, cargo e endereço
  • Fotos, nome e a escola em que seus filhos estudam
  • Telefone
  • Fotos de passagens áreas e ingressos para shows/filmes com QR Code

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.