Celulares viram alvo de vírus, diz AVG

20% dos norte-americanos já utilizam o smartphones para acessar bancos

	O estudo da AVG também explica que a disseminação de ataques ao mobile banking ocorre da mesma maneira que em computadores
 (Divulgação)
O estudo da AVG também explica que a disseminação de ataques ao mobile banking ocorre da mesma maneira que em computadores (Divulgação)
A
Adeline DanielePublicado em 23/07/2013 às 15:55.

São Paulo - Segundo estudo realizado pela AVG Technologies, desenvolvedora de produtos de segurança para PCs, o acesso a bancos por meio de celulares pode se tornar o grande alvo dos cibercriminosos.

Há uma razão para isso. De acordo com a pesquisa, 20% dos norte-americanos já utilizam o smartphones para acessar bancos. E essa tendência deve se espalhar pelo mundo - nessa semana, inclusive, o governo brasileiro anunciou a criação de um sistema de pagamentos via celular.

O diretor de marketing da AVG Brasil, Mariano Sumrell, ainda afirma que em 2015 o mobile banking será o principal meio de comunicação entre os correntistas e os bancos - de acordo com pesquisas realizadas pela PricewaterhouseCoopers - e que no Brasil esse número irá crescer. "Da mesma forma que há 15 anos o PC era alvo dos crackers, agora será a vez dos smartphones, principalmente o Android", afirma o executivo.

O estudo da AVG também explica que a disseminação de ataques ao mobile banking ocorre da mesma maneira que em computadores, ou seja, através de links maliciosos por SMS ou e-mail. O Zitmo – conhecido como Zeus in the mobile – é um forte exemplo desse tipo de malware, que burla a autenticação nos serviços bancários e possibilita o acesso às contas bancárias pelos criminosos.

Para evitar que esse tipo de ataque aconteça, Mariano Sumrell recomenda o uso de aplicativos disponibilizados pelos próprios bancos, além do antivírus. Segundo ele, estes apps podem dificultar a invasão de dados do usuário. Contudo, é importante verificar se o download realmente vem de um servidor seguro, para evitar a instalação de software maliciosos no celular.