Carros da Tesla com direção autônoma causaram 273 acidentes nos EUA

O relatório se concentra em veículos com o chamado software Level 2, um programa que pode acelerar ou desacelerar o carro e girar o volante
 (Bloomberg / Colaborador/Getty Images)
(Bloomberg / Colaborador/Getty Images)
Por AFPPublicado em 15/06/2022 14:57 | Última atualização em 15/06/2022 14:57Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Veículos da marca Tesla equipados com software de direção autônoma se envolveram em 273 acidentes nos Estados Unidos, de acordo com um relatório publicado nesta quarta-feira (15) pela Agência de Segurança no Tráfego Rodoviário dos Estados Unidos (NHTSA), que investiga o sistema de assistência ao motorista da fabricante americana.

O relatório se concentra em veículos com o chamado software Level 2, um programa que pode acelerar ou desacelerar o carro e girar o volante, se necessário, mas requer um motorista atento e pronto para retomar o controle se houver necessidade a qualquer momento.

No total, os modelos Tesla foram alvo de quase 70% dos relatórios dos 392 acidentes registrados, quase todos entre julho de 2021 e meados de maio de 2022, segundo a NHTSA.

A agência destacou, porém, que o mesmo acidente pode ter sido alvo de vários relatórios e que os números publicados nesta quarta "não são dados significativos em termos de segurança".

Para ser contado, um acidente deve ocorrer quando o assistente de direção foi ativado em algum momento durante os 30 segundos anteriores.

Outro critério é que o incidente tenha a ver com um pedestre ou veículo de duas rodas (bicicleta ou motocicleta), ou quando uma pessoa foi levada ao hospital, ou causou a ativação do sistema de airbag ou exigiu a remoção do veículo.

Entre os outros 11 fabricantes listados, apenas a Honda foi alvo de um número significativo de relatórios (90).

LEIA TAMBÉM:

Elon Musk responde perguntas dos funcionários do Twitter em reunião na quinta-feira