Apple remove aplicativos ilegais de loteria da loja na China

De acordo com a mídia estatal, a empresa recentemente retirou cerca de 25 mil aplicativos da loja chinesa, em um esforço para cooperar com as autoridades

Pequim – A Apple disse que retirou aplicativos ilegais de loteria da App Store na China em meio a um aperto na regulação e uma onda de críticas da mídia estatal.

De acordo com a mídia estatal, a empresa recentemente retirou cerca de 25 mil aplicativos da loja chinesa, em um esforço para cooperar com as autoridades.

A Apple confirmou que recentemente removeu aplicativos de apostas de sua loja, mas não confirmou o número de aplicativos ou o período em que foram feitas as remoções.

“Nós já removemos muitos aplicativos e desenvolvedores por tentarem distribuir aplicativos de aposta ilegal em nossa App Store e nós estamos vigilantes em nossos esforços para encontrá-los e impedi-los de estarem na App Store”, disse a Apple em comunicado.

A rede estatal CCTV criticou no domingo a administração da empresa norte-americana por permitir aplicativos de apostas, que são proibidos na China.

A mídia oficial recentemente também criticou o serviço iMessage da empresa na China, dizendo que a recusa da Apple em monitorar comunicações é um obstáculo para as autoridades.

No ano passado, a Apple começou a remover centenas de aplicativos de rede virtual privada (VPN) a pedido de reguladores chineses. Os aplicativos ajudam usuários a contornar o Grande Firewall chinês e acessar redes sociais e notícias estrangeiras, que são banidas na China.

Lojas de aplicativos coordenadas por outras empresas, incluindo Baidu e Tencent Holdings, também recebem pedidos para remover conteúdo estrangeiro banido e aplicativos de apostas.

A App Store da Apple é a única grande plataforma estrangeira de aplicativos na China, onde concorrentes – incluindo Google – são banidos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.