Tecnologia

Aplicativo do casamento real faz sucesso na Inglaterra

Matrimônio de Willian e Kate acontece no próximo dia 29 e deve ser acompanhado por 2 bilhões de pessoas em todo o mundo

Um terço dos smartphones britânicos já rodam o aplicativo que fornece informações sobre o casamento do príncipe William com Kate Middleton (Getty Images)

Um terço dos smartphones britânicos já rodam o aplicativo que fornece informações sobre o casamento do príncipe William com Kate Middleton (Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 25 de abril de 2011 às 10h51.

São Paulo - Um em cada três usuários de smartphones na Grã-Bretanha já fizeram o download oficial do aplicativo do casamento real. O matrimônio entre o príncipe Willian e Kate Middleton acontece no próximo dia 29 e deve ser acompanhado por cerca de 2 bilhões de pessoas em todo o mundo.

Segundo uma pesquisa realizada junto a consumidores britânicos, 53% dos entrevistados estão planejando celebrar o casamento em outros veículos, além do celular. O levantamento foi conduzido pelo site de desconto My Voucher Codes e contou com a participação de 1.653 donos de smartphones.

No começo da semana, o YouTube anunciou que fará a transmissão ao vivo do evento real. Em 1981, quando o príncipe Charles se casou com a princesa Diana, a maneira de celebrar a união limitava-se a placas, moedas e toalhas de mesa. Desta vez, no entanto, a tecnologia está presente oficialmente na cobertura do matrimônio, através de blogs, Twitter, Flickr e sites.

O casamento de príncipe William e Kate Middleton tem repercussão digna do evento social mais importante do ano, sendo citado a cada dez segundos na internet. Nos celulares ou na web, os termos relacionados mais buscados são vestido de noiva e lista de convidados.

Acompanhe tudo sobre:EuropaFamília real britânicaIndústria eletroeletrônicaPaíses ricosReino UnidoSmartphones

Mais de Tecnologia

CEO do Spotify confirma que assinatura "deluxe" com áudio de alta fidelidade chegará em breve

CrowdStrike: o bug em mecanismo de segurança que causou o apagão cibernético

Apple TV+ faz em um mês audiência que a Netflix faz em um dia

Alphabet registra lucro líquido de US$ 23,6 bilhões no segundo trimestre de 2024

Mais na Exame