Anatel recebe pedido de alterações do edital de 4G

Segundo a Anatel, os pedidos foram apresentado por TIM, OI, Vivo, Claro e uma empresa sueca

Brasília - A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informou nesta quinta-feira que recebeu pedidos de alterações no edital do leilão de telefonia móvel de quarta-geração (4G), previsto para junho.

Segundo a Anatel, os pedidos foram apresentado por TIM, OI, Vivo, Claro e uma empresa sueca.

Mais cedo, a agência reguladora havia informado que tratavam-se de pedidos de impugnação do edital. Depois, porém, a Anatel esclareceu que os pedidos incluem sugestões, alterações e impugnações de itens do edital, mas não de sua totalidade.

A Oi, por exemplo, informou por meio de sua assessoria de imprensa que sugeriu que os nomes das empresas que não vão disputar os lotes da banda P e das bandas T e U sejam divulgados sete dias antes da entrega das propostas. Segundo a empresa, a medida visa "aperfeiçoar" o processo.

A agência terá até o dia 5 de junho para se manifestar sobre os pedidos.

O leilão motivou ainda questionamentos dos Estados Unidos e da União Europeia ao Brasil na Organização Mundial do Comércio, na semana passada .

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.