Amazon e Twitter, ainda impulsionados pela pandemia, divulgam balanços

Demanda gerada pela continuidade do surto de covid-19 deve ajudar com números favoráveis às duas big techs

Esta reportagem faz parte da newsletter EXAME Desperta. Assine gratuitamente e receba todas as manhãs um resumo dos assuntos que serão notícia. 

Os mercados globais recebem nesta quinta-feira, 29, os balanços de Amazon e Twitter, dois importantes players da tecnologia.

No caso da Amazon, os resultados são aguardados com certa ressalva. O fundador e até pouco tempo CEO, Jeff Bezos, deixou o cargo de presidente-executivo no início do ano e anulou o otimismo de Wall Street com essa primeira fase financeira da empresa.

Contudo, os analistas apontam que a chegada de Andy Jassy, o ex-chefe da AWS, traz tranquilidade e até um certo entusiasmo.

Acrescente na conta os mais de 100 bilhões em vendas que a empresa atingiu em 2020, a infeliz continuidade da pandemia que gera demanda pelos serviços da Amazon e o crescimento à espreita que deve vir dos avanços das campanhas de vacinação ao redor do mundo: os números devem chegar favoráveis à varejista.

Já o combalido Twitter deve trazer pouca novidade aos acionistas. É esperada uma leve alta na receita, impulsionada também pelo tempo que os usuários em isolamento social estão gastando na rede, —  o número de visitantes entre outubro e dezembro de 2020 subiu 27% e chegou a 192 milhões em comparação com o mesmo período do ano anterior o que atrai o dinheiro vindo dos anunciantes.

Mas a empresa ainda tem de lidar com a operação onerosa que segue anualmente em margens limitantes. No último acumulado de 2020, a empresa registrou prejuízo de 1,136 bilhão de dólares, ante lucro de 1,465 bilhão de dólares em 2019. Esses valores nem uma pandemia consegue mudar.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.