Estamos de cara nova! E continuamos com o conteúdo de qualidade.
Nova Exame

1 em cada 5 americanos compraria o iWatch, revela pesquisa

Número de entrevistados dispostos a adquirir o dispositivo é maior que o registrado pelo iPad em 2010, quando o tablet ainda não passava de um rumor

São Paulo – A Apple sequer se pronunciou sobre a possibilidade de lançar, em 2013, um relógio inteligente. Ainda sim, pesquisas realizadas recentemente apontam que, se a empresa apostar em lançar o suposto iWatch, poderá contar com a aceitação de 1 em cada 5 americanos. É o que diz um estudo publicado na manhã de hoje pela consultoria ChangeWave Research e divulgado pelo site Apple Insider.

A percentagem de consumidores que irão comprar o gadget (19%), caso ele chegue ao mercado, é maior do que o número de pessoas que, em 2010, disseram que comprariam um hipotético tablet da Apple, o então especulado iPad, 18% dos entrevistados.

Mas a pesquisa foi além da pergunta Você compraria um iWatch? e abordou, inclusive, os motivos que levariam os entrevistados a adquirirem um dispositivo como este. Em relação ao assunto, 18% dos entrevistados disseram confiar na marca e 16% consideraram a praticidade que tal gadget poderá trazer para a sua vida.

Já 14% declararam estar interessados no fator cool que um relógio inteligente da Apple poderia propiciar. Numa percentagem menor, 11%, estão os consumidores curiosos em ver como ele irá interagir com outros produtos da maçã.

O histórico da Apple em oferecer produtos convenientes, fáceis de usar e sofisticados está impulsionando a demanda por um iWatch, considerou Andy Golub, analista da ChangeWave. O relógio ainda não existe, mas se um dia passar a existir, terá que estar à altura das expectativas, lembrou Golub.


 

Relógios inteligentes

Se estes dados podem ser vistos como um sinal verde dos consumidores para a Apple, outra pesquisa, da ABI Research, especializada em tecnologia, mostra um cenário positivo para toda a categoria de relógios inteligentes. De acordo com a análise da empresa, 1,2 milhão de dispositivos serão vendidos apenas em 2013.

Pode parecer pouco, mas ao considerarmos que este tipo de gadget está no mercado há muitos anos sem mostrar resultados expressivos, o montante não deixa de ser importante. Já na década de 70, os japoneses da Seiko lançaram o Memory Bank Calendar Watch (veja no vídeo abaixo). Atualmente, estão à venda modelos produzidos pela Sony, por exemplo, ou pelos italianos da I’m Watch.

E de acordo com a consultoria, relógios inteligentes ainda não ganharam a devida popularidade por conta de fatores como design, falta de funcionalidades interessantes e baterias fracas.

Contudo, crê a ABI, com a entrada de empresas como Apple, Samsung (que já confirmou estar trabalhando em um modelo), Microsoft e Google, a percepção dos consumidores acerca destes aparelhos deve mudar para melhor. O que deve impulsionar a demanda e as vendas destes aparelhos.

Veja no vídeo abaixo o comercial de lançamento do Seiko Memory Bank Calendar Watch, lançado na década de 1970

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também