O que é ser casual?

Empresários, executivos, empreendedores e artistas contam o que valorizam na vida pessoal

Maitê Lourenço, CEO da BlackRocks
Para mim, ser casual é confrontar o senso comum, abrir cada vez mais oportunidades para as pessoas estarem no lugar em que desejam estar.


Divulgação

Divulgação (Reprodução/)

Fiamma Zarife, diretora-geral do Twitter Brasil
Ser casual significa muitas coisas para mim. Significa ter o riso fácil, cumprimentar com um abraço, falar com o coração. Significa ter a alma leve, apreciar as pequenas coisas da vida e agradecer pelo que se tem. Significa aprender todos os dias e ser generosa sempre e com todas as pessoas. Ser casual, para mim, está diretamente relacionado com postura e atitudes.


Germano Lüders

Germano Lüders (Reprodução/)

Nizan Guanaes, criador da N-Ideias
Casual, para mim, é viver no meio das minhas rosas. Eu plantei minhas rosas por causa de Santa Teresinha, de quem sou devoto. Elas não estão bonitas neste período porque é tempo de inverno, tempo de poda. Mas ter tempo para viver com minhas rosas e olhar os tempos delas, o inverno, o verão, a época em que elas florescem, isso para mim é casual.


Divulgação

Divulgação (Reprodução/)

Cauã Reymond, ator
Ser casual, para mim, é passar o tempo com as pessoas que eu amo, fazer as coisas de que gosto e estar em contato com a natureza.


Divulgação

Divulgação (Getty Images/)

Aline Midlej, jornalista
Casual, para mim, é o despretensioso, que é autêntico, bonito, pela singularidade de não pretender ser. Só é.


Divulgação

Divulgação (Getty Images/)

Morena Leite, chefe de cozinha
Ser casual é ser menos formal, é ser leve, simples, descontraído, divertido. Ser casual é ser você.


Luiz Maximiano

Luiz Maximiano (Getty Images/)

Abilio Diniz, presidente do conselho da Península Participações
Ser casual é ser natural. É seguir a vida segundo o seu propósito. O meu é ser feliz, aprender e compartilhar. É seguir pela vida sendo assim: leve, otimista, alegre. E curtir as coisas boas da vida, sua família, mesmo seu trabalho, seus esportes. É seguir pela vida bem, bem, bem leve, buscando sempre felicidade.


Leandro Fonseca

Leandro Fonseca (Reprodução/)

Cristina Palmaka, presidente da SAP Brasil
É o equilíbrio entre corpo, mente e alma. São os temas que me apaixonam e me fazem uma pessoa cada vez melhor. Minha família, meu esporte por meio da corrida, a meditação, a natureza, são valores importantíssimos e que fazem com que sejamos cada vez mais humanos.


Divulgação

Divulgação (Reprodução/)

Projota, rapper
Ser casual, para mim, é saber valorizar as coisas simples da vida, saborear todos os gostos de seu dia, todas as cores, encontrar alegria naquilo que nem todo mundo consegue. Ser feliz, para mim, é uma questão de prática. E, quando você aprende a praticar todos os dias da sua vida, transforma cada minuto em algo importante, relevante. Aí o que há de melhor se transforma em casual.


Divulgação

Divulgação (/)

Pedro Zannoni, CEO da Lacoste Latam
Para mim, casual é tudo o que eu faço quando fecho o laptop. Procuro estar o máximo de tempo possível com minha família, e nosso programa favorito é viajar. Esporte é parte da minha vida desde criança, continuo praticando muito, jogo futebol com meus amigos no clube e jogo tênis com meus amigos de infância. Quando não estou fazendo essas coisas, adoro ir ao cinema e leio bastante.


Divulgação

Divulgação (Reprodução/)

Fabio Coelho, presidente do Google Brasil
Casual tem a ver com espontâneo, tem a ver com aquilo que às vezes acontece por acaso, tem a ver com o que não tem necessariamente um formalismo, pode até ser um pouco constrangedor. Como dizem nossos queridos Titãs na maravilhosa música Epitáfio, “o acaso vai me proteger enquanto eu andar distraído”. Casual é levar a vida com leveza e conseguir aproveitar o melhor das relações entre as pessoas.


Divulgação

Divulgação (Reprodução/)

Samantha Almeida, diretora de conteúdo da agência Ogilvy
Casual fala sobre acontecimentos do acaso, do qual a gente não tem controle. Mas eu vou convidar todo mundo a uma coisa que a gente tem controle, a uma transformação urgente, da qual podemos fazer parte: ver mais mulheres negras em todos os lugares da sociedade, especialmente onde elas não estão inseridas, por falta de acesso, de oportunidade e de ter sua criatividade e sua inteligência valorizadas. Então, que sejam casuais apenas os encontros para celebrar o avanço desta sociedade que vai passar a enxergar valor, inteligência e conteúdo nessas mulheres negras que estão aí.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.