Pop

Zuckerberg aparece em forma durante treino com campeão do UFC após ser desafiado por Elon Musk

A foto foi entendida como mais uma provocação para Elon Musk, que convidou o rival para uma luta física após descobrir que a Meta desenvolveu um aplicativo para competir com o Twitter, o Threads

Musk x Zuckerberg: bilionários podem se enfrentar em uma luta (Thilina Kaluthotage/NurPhoto/Getty Images)

Musk x Zuckerberg: bilionários podem se enfrentar em uma luta (Thilina Kaluthotage/NurPhoto/Getty Images)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 12 de julho de 2023 às 07h47.

Última atualização em 12 de julho de 2023 às 13h17.

Fundador do Facebook, o bilionário Mark Zuckerberg foi nesta terça, 11, ao Instagram para exibir o peitoral e abdômen em forma após um treino de jiu-jitsu. A foto foi entendida como mais uma provocação para Elon Musk, que convidou o rival para uma luta física após descobrir que a Meta desenvolveu um aplicativo para competir com o Twitter, o Threads.

Publicada de forma conjunta pela conta de Zuckerberg e do atleta Israel Adesanya, campeão do UFC, em Lake Tahoe (na Califórnia), a imagem mostra os colegas após o treino, sorrindo. Na legenda, dizem: "Sem brincadeira com Zuckerberg!". Em resposta, o bilionário comentou: "É uma honra treinar com vocês!". Até a publicação desta matéria, Elon Musk, conhecido por usar o Twitter cotidianamente, não fez comentários.

(Instagram/Reprodução)

Luta entre Musk e  Zuckerberg já tem data

O presidente do UFC, Dana White, afirmou que a "rinha de bilionários", como é chamado o combate em memes internet afora, já tem data para acontecer. 

White afirma que tem planos bem reais para concretizar a disputa. Faltariam poucos detalhes a serem acertados entre os bilionários. Mas o promotor da luta confirmou, em entrevista ao site TSN Sports, que já tem uma data em mente.

"100% (Musk e Zuckerberg querem se enfrentar no UFC). Eu já tenho (uma data em mente), vou anunciar quando estivermos prontos", disse o presidente do UFC. E Dana White ainda desmentiu boatos: "Não será no UFC 300”.

Lucro bilionário

De acordo com White, a luta entre os bilionários deve gerar uma receita também bilionária: “Vamos ver. Quais são os empecilhos? Quem quer que se recuse a promover a luta, qualquer outro (estado ou país) dirá que sim. Esse duelo gera uma receita de US$ 1 bilhão (cerca de R$ 4,8 bilhões)”.

Anteriormente, White já havia sugerido que a luta bilionária entre bilionários tivesse um fim nobre. O dono da maior organização de Artes Marciais Mistas do mundo sugeriu que Musk e Zuckerberg lutasse por uma organização de caridade de sua escolha.“Acho que nenhum deles precisa do dinheiro.Esses caras levantariam centenas de milhões de dólares para caridade”, acrescentou.

Leia também:

UFC dos bilionários? Zuckerberg aceita lutar contra Musk em um octógono; entenda

Musk ou Zuckerberg? Saiba quem é o favorito na luta entre os bilionários

Ao menos sobre a quantidade de dinheiro que os candidatos a lutadores possuem, White está certo. Elon Musk e Mark Zuckerberg encabeçam a lista dos bilionários que mais ganharam dinheiro nos primeiros seis meses de 2023. Entre as 500 maiores fortunas globais, avaliadas pelo índice de bilionários da Bloomberg, os ganhos somam mais de 852 bilhões de dólares, o equivalente a 4,105 trilhões de reais.

Luta no Coliseu?

Autoridades italianas ofereceram o campo histórico de batalha do Coliseu, em Roma, para a organização de uma luta do UFC entre o CEO da Meta, Mark Zuckerberg, e dono de Tesla, Twitter e SpaceX, Elon Musk. A informação é do site "TMZ Sports", que conversou com fontes diretamente envolvidas nas articulações pelo embate.

"Há chance de a luta ocorrer no Coliseu", confirmou Musk, pelo Twitter. De acordo com o site, o Ministério da Cultura da Itália entrou em contato com Zuckerberg para sugerir a realização da "luta do século" entre os bilionários na arena de gladiadores mais lendária da História. O CEO da Meta, controladora do Facebook, repassou a mensagem ao chefe do UFC, Dana White, cuja equipe já está em conversas com as autoridades italianas sobre a viabilidade do negócio.

Briga fora do octógono

O Twitter ameaçou processar o gigante Meta apenas algumas horas depois de a empresa que controla o Instagram lançar o Threads, um aplicativo com o qual espera substituir a plataforma de propriedade do bilionário Elon Musk.

Em uma carta dirigida ao diretor executivo da Meta, Mark Zuckerberg, publicada na última quinta-feira, 6, pelo site de notícias Semafor, o advogado de Musk, Alex Spiro, acusou a empresa de "apropriação ilegal dos segredos comerciais do Twitter e outras propriedades intelectuais".

A carta acusava a Meta de contratar dezenas de ex-funcionários da empresa de Musk que "tinham e ainda têm acesso aos segredos comerciais do Twitter e outras informações altamente confidenciais".

Em seu primeiro tuíte em mais de uma década, Zuckerberg publicou um meme do Homem-Aranha apontando para outro Homem-Aranha, em uma aparente referência às semelhanças entre o Threads e o Twitter.

O Threads foi lançado nas lojas de aplicativos da Apple e do Android em 100 países às 23h GMT (20h no horário de Brasília) da quarta-feira, 5, e os primeiros comentários destacaram uma semelhança próxima, embora reduzida, com o Twitter.

Acompanhe tudo sobre:TwitterThreadselon-muskmark-zuckerberg

Mais de Pop

C6 Fest: confira a programação deste domingo, 19

Virada Cultural: confira a programação completa deste domingo, 19

Rock in Rio 2024: faltando cinco dias para as vendas gerais, line-up completo é divulgado; veja

C6 Fest: confira a programação deste sábado, 18

Mais na Exame