Pop

Cães conseguem entender palavras, diz pesquisa

Estudo feito por universidade da Hungria mostra que os animais compreendem nomes de objetos

Cachorro (Anita Kot/Getty Images)

Cachorro (Anita Kot/Getty Images)

AFP
AFP

Agência de notícias

Publicado em 7 de junho de 2024 às 12h49.

Última atualização em 7 de junho de 2024 às 13h09.

Um dos aspectos da comunicação humana é conseguir decodificar signos linguísticos, compreendendo palavras e seus significados. Durante anos, tentou-se compreender se os animais podiam ter a mesma capacidade. Pois uma pesquisa realizada na Universidade Eötvös Loránd, da Hungria, e publicada na revista Current Biology aponta o que os donos já suspeitavam: apesar de não compreender o que falamos, os cães podem, sim, relacionar palavras a determinados objetos.

A metodologia da pesquisa consistiu em reunir 27 cachorros e pedir para seus tutores escolherem 5 objetos com os quais eles tivessem familiaridade - geralmente, brinquedos. Os animais ouviram o nome desses objetos - alguns correspondentes e outros, não - enquanto o tutor era responsável por mostrá-los. Enquanto isso, a equipe de pesquisadores usavam de eletroencefalografia (EEG) nos animais para entender como eles reagiram. Os resultados apontam que os animais agiram de forma responsiva com esses objetos, em um funcionamento cerebral semelhante ao humano.

"As expectativas semânticas surgiram independentemente do tamanho do vocabulário, demonstrando a prevalência da compreensão referencial em cães. Esses resultados fornecem a primeira evidência neural do conhecimento de palavras-objetos em um animal não humano", lê-se na pesquisa.

Outra pesquisa publicada em 2021 pela Universidade de Dalhousie, no Canadá, já apontava que cães são capazes de compreender 89 palavras.

Acompanhe tudo sobre:CachorrosPesquisa

Mais de Pop

The Weekend anuncia show em São Paulo; veja data e como comprar ingressos

Emmy 2024: veja a lista de séries e artistas indicados ao vivo

'Os Outros': 2ª temporada de série de suspense ganha data de estreia; saiba mais

Núcleo da Terra está desacelerando e pode girar ao contrário; entenda como isso afeta o planeta

Mais na Exame