Negócios
Acompanhe:

Volkswagen acelera desenvolvimento de modelo elétrico compacto

Segundo apurou a Bloomberg, o carro custaria menos do que 30 mil euros

Volks: planos para elétricos (Imelda Medina/Reuters)

Volks: planos para elétricos (Imelda Medina/Reuters)

C
Christoph Rauwald, da Bloomberg

27 de novembro de 2020, 14h58

Com regras mais rigorosas para emissões e subsídios generosos que impulsionam as vendas de veículos movidos a bateria, a Volkswagen acelera o desenvolvimento de um carro elétrico compacto que custará menos de 30 mil euros (cerca de 35,8 mil dólares), de acordo com pessoas a par do assunto.

O carro da marca Volks poderia ser lançado já em 2023 para fazer companhia ao crossover ID.5 a ser vendido a partir do próximo ano, bem como a versão elétrica da icônica Kombi programada para 2022, disseram as pessoas, que não quiseram ser identificadas.

A Volks também trabalha em uma perua totalmente elétrica, chamada Aero, com autonomia de até 700 quilômetros que começaria a ser vendida a partir de 2023, disseram as pessoas.

A montadora líder em vendas globais lançou o hatchback ID.3 na Europa em setembro, seu primeiro carro com bases projetadas exclusivamente para veículos movidos a bateria. A aposta em veículos elétricos da montadora alemã se tornará global com o SUV ID.4 no próximo ano, que será produzido na Europa, China e América do Norte.

Para liberar fundos para a maior ofensiva em veículos elétricos do setor, a Volks planeja adotar mais medidas para reduzir seu portfólio de carros com motor de combustão depois de já ter eliminado modelos, como o Beetle e o Scirocco.

A Volks descontinuará o sedã Passat de tamanho médio nos Estados Unidos e venderá apenas a versão wagon na Europa, disseram as pessoas. A empresa também pode descontinuar gradualmente o sofisticado cupê Arteon, disseram.

Cortes de custos

A marca Volkswagen, que responde por cerca da metade das entregas do grupo, acelera esforços para cortar custos e investimentos, como uma nova rodada de demissões no Brasil. A empresa planeja atingir o ponto de equilíbrio na América do Sul e nos EUA no próximo ano.

Mesmo ainda com o peso da pandemia de covid-19 em vários mercados, o volume de pedidos para a Volks tem sido alto, com a ajuda da crescente demanda por versões híbridas dos modelos Golf e Passat.

A expectativa da marca é ganhar participação de mercado durante o quarto trimestre e em 2021, de acordo com as pessoas. A Volks elevou sua meta de participação no mercado global em 2021 para 8,6% em relação a 8,1% anteriormente.