Negócios
Acompanhe:

Via Varejo espera ter oito lojas em novo modelo até novembro

O novo formato, que vem sendo chamado de "smart", apresenta menor estoque e menor custo operacional

Via Varejo: além das lojas smart, a companhia também vai abrir este ano uma loja digital (Germano Lüders/Exame)

Via Varejo: além das lojas smart, a companhia também vai abrir este ano uma loja digital (Germano Lüders/Exame)

D
Dayanne Sousa, do Estadão Conteúdo

25 de julho de 2017, 14h35

São Paulo - A Via Varejo espera ter em operação em novembro um total de oito lojas de um novo formato que vem sendo chamado de "smart".

As unidades, de área de vendas menor que a do formato de loja tradicional, serão testadas para uma possível expansão, conforme afirmou nesta terça-feira, 25, o presidente da companhia, Peter Estermann, em teleconferência com analistas e investidores.

Estermann afirmou que a companhia tinha um projeto inicial de abrir seis lojas desse formato, mas decidiu ampliar o plano para oito unidades.

"Vemos um grande potencial de expansão no curto prazo dessa loja smart, que é uma loja com menor estoque, menor custo operacional e mais tecnologia embarcada", afirmou Estermann.

"Nossa expectativa é de uma performance positiva, o que representa um potencial de crescimento para a companhia em regiões onde ainda não atuamos", acrescentou.

Além das lojas "smart", a Via Varejo informou que vai abrir este ano uma loja digital, onde o consumidor poderá testar e experimentar os produtos.