Leia e-mail de despedida de Ballmer da Microsoft na íntegra

Em e-mail interno, Ballmer diz que deixa a empresa pensando em seu desenvolvimento e que a decisão é “emocional e difícil”

	Durante o tempo em que esteve na Microsoft, Ballmer viu a empresa que tinha pouco mais de trinta funcionários se tornar uma gigante que emprega cerca de 100 mil pessoas
 (Mario Tama / Getty Images)
Durante o tempo em que esteve na Microsoft, Ballmer viu a empresa que tinha pouco mais de trinta funcionários se tornar uma gigante que emprega cerca de 100 mil pessoas (Mario Tama / Getty Images)
L
Luísa MeloPublicado em 26/08/2013 às 09:41.

São Paulo -  Por treze anos presidente da Microsof e há 33 anos na empresa, Steve Ballmer anunciou nesta sexta-feira que deixará o comando da mundial de computadores. A saída deve acontecer em 12 meses. No período, uma comissão formada por Bill Gates deve escolher o seu sucessor. Em um comunicado interno, divulgado pelo The Verge,  aos funcionários da companhia, Ballmer fala sobre a decisão "emocional e difícil" de se aposentar. Veja abaixo o e-mail na íntegra, traduzido livremente:

"Estou escrevendo para que vocês saibam que eu vou me aposentar como presidente da Microsoft dentro dos próximos 12 meses, depois que um sucessor for escolhido. Nunca há um momento perfeito para este tipo de transição, mas agora é a hora certa. Meu pensamento original no momento seria da minha aposentadoria acontecer no meio da nossa transformação para uma empresa de equipamentos e serviços focada em capacitar clientes nas atividades que eles mais valorizam. Nós precisamos de um presidente que estará aqui no longo prazo para esta nova direção. Vocês podem ler o press realease no Microsoft News Center. 

Esta é uma hora de importante transformação para a Microsoft. Nosso novo time de liderança sênior é incrível. A estratégia que nós temos gerado é de primeira classe. Nossa nova organização, que é centrada em funções e áreas de engenharia, é certa para as oportunidades e desafios adiante. 

A Microsoft é um lugar incrível. Eu amo esta companhia. Eu amo o jeito como nós ajudamos a inventar e popularizar a computação e o PC. Eu amo a grandeza e a ousadia de nossas apostas. Eu amo nosso pessoal, o talento deles e a nossa boa vontade de aceitar e abraçar sua variedade de capacidades, incluindo seus equívocos. Eu amo o jeito como nós abraçamos o trabalho com outras companhias para mudar o mundo e prosperar juntos. Eu amo a amplitude e a diversidade dos nossos clientes, de consumidores até empreendimentos, passando por indústrias, países e pessoas de todas as origens e faixas etárias. 

Eu estou orgulhoso do que nós conquistamos. Nós crescemos de 7,5 milhões de dólares para aproximadamente 78 bilhões de dólares desde que eu ingressei na Microsoft, e nós crescemos de pouco mais de 30 funcionários para quase 100 mil. Eu me sinto bem por desempenhar um papel de tanto sucesso e ter me arriscado 100% emocionalmente por todo o caminho. Nós temos mais de 1 bilhão de usuários e ganhamos um grande lucro para nossos acionistas. Nós temos entregado mais lucro e retorno financeiro aos acionistas do que praticamente qualquer outra empresa na história.

Eu estou empolgado com a nossa missão de capacitar o mundo e acreditar no nosso futuro de sucesso. Eu estimo ser um dos proprietários da Microsoft e espero continuar como um dos maiores donos da empresa.

Esta é uma coisa emocional e difícil para eu fazer. Dou este passo com os melhores interesses para a companhia que eu amo; é a coisa, além da minha família e meus amigos próximos, que mais importa para mim. 

Todos os melhores dias da Microsoft estão adiante. Saiba que você faz parte de um dos melhores times na indústria e possui os aparatos tecnológicos certos. Nós não podemos e não vamos perder o ritmo nestas transições. Eu estou focado e trabalhando duro e sei que posso contar com todos vocês para fazer o mesmo. Vamos fazer a nós mesmos orgulhosos.

Steve"