Vazamento de site da BB Previdência expõe dados de 153 mil clientes

Página da subsidiária do Banco do Brasil oferece fundos de previdência fechados para empresas e municípios estava no ar há 20 dias

Vazamento no site da BB Previdência, subsidiária do Banco do Brasil que oferece fundos de previdência fechados para empresas e municípios, expôs dados de 153 mil clientes de 46 companhias. A informação foi dada primeiramente no Olhar Digital.

“Tão logo tivemos conhecimento da falha na ‘Retirada de Patrocínio’ suspendemos a funcionalidade que está no ar há 20 dias”, diz a empresa em comunicado enviado à EXAME. “Vamos adotar medidas tempestivas para corrigir os problemas identificados e garantir o perfeito sigilo dos dados dos clientes.”

Entre as informações que ficaram expostas, estão nome, endereço, CPF, data de nascimento, e-mail, telefone, tipo de plano, CNPJ da empresa, além do valor bruto disponível em conta. A BB Previdência acrescenta que em nenhum momento foi possível realizar transferência de recursos para contas com CPF diferente do titular do plano de previdência, portanto, não houve prejuízo financeiro por parte dos clientes.

A Retirada de Patrocínio teve apenas 400 acessos durante os 20 dias que esteve no ar. O intuito era facilitar a solicitação de resgate dos benefícios em caso de morte do participante, em tempos de isolamento social, por causa da pandemia do novo coronavírus. Mesmo nesses casos, é necessária a apresentação de documentos como atestado de óbito, documentos pessoais dos beneficiários e, se for o caso, decisões judiciais referente ao espólio.

Também pode ser solicitado o resgate ou a transferência dos recursos para outros fundos em caso de encerramento do fundo de previdência, que acontece quando as empresas (patrocinadoras) fecham as portas.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.