Estamos de cara nova! E continuamos com o conteúdo de qualidade.
Nova Exame

Vale e Weg divulgam 'os bilhões do trimestre' nesta quarta

Resultados financeiros das duas empresas devem demonstrar como as dois nomes da indústria nacional têm vivido um bom momento

Duas gigantes da indústria brasileira vão divulgar os resultados financeiros nesta quarta-feira. A Vale, uma das maiores mineradoras do mundo, teve fortes altas na produção nesta primeira metade do ano, puxadas por alto apetite externo por minério de ferro, principalmente da China. O país gastou US$ 150 bilhões apenas em petróleo, minério e cobre nos primeiros quatro meses de 2021. 

A empresa já tinha revelado os detalhes da produção do trimestre, que mostrou um aumento na produção de ferro de 12%, na comparação trimestral. A previsão do banco BTG Pactual é que a empresa tenha um lucro antes de juros, impostos e amortizações (EBITDA) de 12 bilhões de dólares no trimestre. O Bank Of America prevê um valor parecido, de 11,7 bilhões de dólares.

  • Quais são as tendências entre as maiores empresas do Brasil e do mundo? Assine a EXAME e saiba mais.

Além da demanda alta por ferro no mercado internacional, o fator câmbio deve influenciar os resultados bilionários da companhia que serão divulgados nesta quarta-feira. Na comparação anual, as toneladas embarcadas em terminais da companhia aumentaram 22%, para 74,9 milhões neste último trimestre.

O Banco BTG Pactual e o Bank Of America também destacam que a empresa tem mantido o compromisso de totalizar até o fim deste ano uma produção entre 315 e 335 milhões de toneladas, apesar de problemas operacionais em algumas minas.

O Bank Of America destaca, porém, que a produção de ferro pode até ter aumentado no trimestre, alcançando 75,7 milhões de toneladas, mas que o número, divulgado na última semana, foi abaixo das projeções de 78 milhões do banco.

WEG

Com mais de 30 mil empregados, a WEG tem figurado entre as listas de ações recomendadas por especialistas na hora de se investir e também deve divulgar números bilionários nesta quarta-feira. Isso porque a empresa é uma promessa no cenário de uma economia de baixo carbono, já que produz baterias e componentes fundamentais para redes elétricas. A empresa fornece soluções de sistemas elétricos inteiros para a indústria.

No primeiro trimestre do ano, a empresa teve um lucro líquido que disparou 73,7%, enquanto a receita também subiu fortes 36,7%, alcançando R$ 5,1 bilhões no período. Apesar de o crescimento esperado para o segundo  trimestre ainda ser modesto, os números devem continuar bons.

Em relatório, analistas da Credit Suisse afirmam que a companhia deve crescer em geração, transmissão e distribuição, enquanto motores comerciais e de eletrodomésticos, tintas e vernizes devem ficar estáveis.

Em abril, a Weg anunciou a construção de uma unidade voltada à produção de eletrocentros para geração solar e industriais.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também