Tigre compra operações de pincéis da Condor

Operação foi fechada por R$ 42 milhões e visa reforçar segmento

São Paulo - A Tigre, companhia de tubos e conexões, comprou o braço de pincéis da Condor, uma das maiores fabricantes de escovas de dente e cabelo do país.

A operação foi fechada por 42 milhões de reais e precisa da aprovação do Conselho de Administração de Defesa Econômica (Cade).

"Esta será uma grande oportunidade de ampliação da nossa oferta para o segmento, com a vantagem de aproveitarmos sinergias operacionais junto aos canais de distribuição", afirmou Otto von Sothen, presidente da Tigre, em comunicado

Já para a Condor, a operação está alinhada às escolhas estratégicas da empresa.

“Decidimos direcionar nossos investimentos para os negócios de limpeza, higiene e beleza e que são nosso core business, criando foco e potencializando nosso crescimento", disse Alexandre Wiggers, diretor-geral da empresa.

A Tigre já possui operação de pincéis com mais de 2.000 produtos, divididos em quatro linhas: artística, artesanal, imobiliária e escolar.  

A produção de pincéis das duas marcas será conduzida separadamente em suas fábricas, localizadas em Castro (PR) e São Bento do Sul (SC), respectivamente. 

*Matéria atualizada às 12h15.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.