Apresentado por LIVELO

Três táticas para acelerar a troca de pontos por passagens aéreas

No embalo da retomada do turismo, Livelo amplia parcerias e ofertas para clientes. Conheça as melhores formas de usar a pontuação
 (Marko Geber/Getty Images)
(Marko Geber/Getty Images)
Por exame.solutionsPublicado em 28/02/2022 09:18 | Última atualização em 28/02/2022 09:20Tempo de Leitura: 4 min de leitura

Os brasileiros estão sedentos para viajar. O fim das restrições impostas pela pandemia e a retomada das atividades colocaram o turismo como o principal desejo de consumo para milhões de pessoas. Segundo estudo realizado no Brasil pela consultoria PwC, 44% dos pesquisados pretendem viajar nos próximos meses – é mais do que a média mundial, que ficou em 31%.

A Livelo, programa de recompensas com um catálogo formado por mais de 800 mil opções de produtos, serviços, viagens e experiências e que oferece a possibilidade de usar os pontos em mais de 8 milhões de lojas físicas, está atenta a esse cenário. “Com a gradual retomada do setor de viagens, a empresa aumentou o número de parcerias com companhias do setor e ampliou o portfólio de possibilidades oferecidas a seus clientes”, diz Daniel Pagano, diretor de marketing, produtos e operações.

O uso de pontos

A estratégica trouxe ótimos resultados. Entre janeiro e dezembro de 2021, a quantidade de passagens aéreas adquiridas com pontos aumentou 39% em relação ao ano anterior. No segmento, o volume de pontos transacionados disparou 202%, enquanto o número de consumidores que realizaram esse tipo de troca cresceu 27%.

A troca de pontos por hospedagens também cresceu de forma expressiva. Os dados da companhia revelam que o volume transacionado avançou 70%, enquanto o número de participantes que trocaram sua pontuação por acomodações subiu 35%.

O uso dos pontos para alugar um carro seguiu a mesma tendência. Em 2021, a quantidade de clientes que acessaram esse tipo de serviço subiu 62%. Já o volume resgatado cresceu 103%.

Outra opção oferecida pela Livelo para ajudar seus clientes a realizar a viagem dos sonhos é a possibilidade de transferir os pontos acumulados para os programas de fidelidade de companhias aéreas parceiras. Em 2021, essa categoria registrou um aumento de 46% nas transações.

Troca de pontos por passagens

A Livelo adotou uma série de iniciativas que contribuíram para acelerar o desempenho e ajudar os clientes que tinham interesse de viajar. Recentemente, a empresa fechou uma parceria com a Expedia Partner Solutions, grupo especializado em oferecer soluções no segmento de turismo. Com a novidade, passou a integrar o portfólio do Expedia Group na frente de resgate de pontos.

Como resultado do acordo, é possível escolher, na plataforma da Livelo, entre as mais de 8 mil opções disponíveis para acomodações nacionais do Expedia Group e suas marcas parceiras – e, claro, trocar os pontos por reservas, sem a necessidade de colocar a mão no bolso. Além disso, a Livelo mantém parcerias com marcas reconhecidas no mercado de viagens, como Booking.com, CVC, Movida e TudoAzul.

O Clube Livelo foi outro fator importante para alavancar os resultados. Os assinantes podem juntar de mil a 20 mil pontos por mês, têm acesso a benefícios como pontos que não expiram e a descontos no resgate de itens no site e no aplicativo. No ano passado, a base de assinantes do Clube Livelo triplicou.

Afinal, que caminhos o cliente precisa percorrer para trocar seus pontos por benefícios no setor de turismo no menor tempo possível? Acompanhe a seguir três cenários que permitem acelerar a troca de pontos por uma passagem aérea São Paulo-Rio de Janeiro, considerando os trechos de ida e de volta.

Vale reforçar que para criamos esses cenários consideramos as seguintes premissas: a pesquisa da passagem aérea foi feita em 31/1/22 e o período de viagem seria de 1o/6/22 a 8/6/22. Já os gastos no cartão de crédito garantem o acúmulo de 2 pontos Livelo a cada dólar gasto, considerando um gasto médio no cartão de R$ 3 mil/mês e a cotação do dólar de USD 1= R$ 5,50. O valor para assinatura do Clube Classic, plano que permite juntar mil pontos por mês, é de R$ 41,90 e o gasto nos parceiros da Livelo que permitem o acúmulo de pontos com compras online é de R$ 300/mês.

(Arte/Exame)

Os cenários expostos aqui mostram que, com planejamento e transparência, é possível trocar pontos por milhas e, mais do que isso, planejar de que forma – e em quanto tempo – é possível realizar o sonho da próxima viagem, seja ela pelo Brasil ou pelo mundo. Destino escolhido, é só arrumar as malas e aproveitar o cartão de crédito durante a viagem para acumular pontos para a próxima.

Veja Também

Cashback ou pontos: qual programa é a melhor opção para você?
BTG Insights
Há 2 semanas • 4 min de leitura

Cashback ou pontos: qual programa é a melhor opção para você?

5 dicas para voar de graça acumulando milhas aéreas
Carreira
Há um mês • 4 min de leitura

5 dicas para voar de graça acumulando milhas aéreas

BTG Pactual lança primeiro cartão Black Modular do mercado
Minhas Finanças
Há um ano • 3 min de leitura

BTG Pactual lança primeiro cartão Black Modular do mercado