• AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
  • AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
Abra sua conta no BTG

Suíça apreende 500 kg de cocaína do Brasil em fábrica de café

As autoridades afirmaram que a cocaína apreendida tem 80% de pureza e um valor de mercado de mais 50 milhões de francos suíços (US$ 51 milhões)
 (AFP/AFP)
(AFP/AFP)
Por Da redação, com agênciasPublicado em 05/05/2022 16:38 | Última atualização em 05/05/2022 16:48Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A polícia da Suíça informou, nesta quinta-feira, 5, que apreendeu mais de 500 quilos de cocaína proveniente do Brasil em sacos de grãos de café entregues a uma fábrica da Nespresso.

Os trabalhadores da fábrica em Romont (leste do cantão suíço de Friburgo) alertaram às autoridades, na segunda-feira, sobre um misterioso pó branco encontrado em sacos de grãos de café, indicou a polícia.

Fique por dentro das principais notícias do Brasil e do mundo. Assine a EXAME

Funcionários da fabricante de cápsulas de café, que é de propriedade da Nestlé, relataram que encontraram "uma substância branca indeterminada quando abriram os sacos recém-entregues de grãos de café", segundo a polícia de Friburgo.

As análises da polícia determinaram que a substância era cocaína.

Segundo as investigações iniciais, o envio veio do Brasil, assinalou a polícia.

As autoridades acrescentaram que a cocaína apreendida tem 80% de pureza e um valor de mercado de mais de 50 milhões de francos suíços (US$ 51 milhões).

As buscas em cinco contêineres "entregues no mesmo dia por trem resultou na apreensão de um total de 500 quilos da droga", acrescentaram.

Além disso, a polícia informou que um perímetro de segurança foi montado em torno da fábrica durante a operação, que contou com a participação de um contingente de funcionários alfandegários.

As unidades que continham a droga foram isoladas e a substância não contaminou a produção da fábrica, segundo o comunicado das autoridades.

"Toda a droga estava destinada ao mercado europeu", concluiu a polícia suíça.

Em nota, a Nespresso afirmou que informou imediatamente as autoridades ao descarregar uma entrega de café verde e identificar uma substância suspeita na fábrica de Romont. "Todo o carregamento foi bloqueado e apreendido imediatamente pela polícia, que está dando andamento a uma investigação para apurar os fatos", esclareceu.

"A empresa reforça que está tomando todas as providências necessárias e assegura que a substância em questão não entrou em contato com nenhum de seus produtos ou equipamentos de produção usados no processo de fabricação. A Nespresso assegura ainda que tem rigorosos controles de qualidade, desde o café verde que chega aos armazéns até o produto finalizado, garantindo a segurança total no consumo", afirmou em nota.

(Com informações da AFP)