Startup Buser cria programa de fidelidade com descontos e serviços exclusivos aos viajantes; conheça

Programa de fidelidade da startup conta com serviços da multinacional hoteleira Accor, da startup WeWork, além de descontos em produtos da Bagaggio; saiba como usar
 (Buser/Divulgação)
(Buser/Divulgação)
A
Allan GavioliPublicado em 01/09/2022 às 17:15.

A startup mineira de mobilidade Buser, focada no mercado de passagens rodoviárias e já conhecida como a "Uber dos ônibus", deu mais um passo para se tornar um grande player no setor de turismo e viagens.

Assine a EMPREENDA e receba, gratuitamente, uma série de conteúdos que vão te ajudar a impulsionar o seu negócio.

Em primeira mão à EXAME, a Buser anuncia a criação do Clube Buser, primeiro programa de fidelidade e benefícios oferecido pela empresa aos seus mais de 8 milhões de clientes cadastrados na plataforma.

Segundo a startup, o Clube Buser é um programa de vantagens que leva benefícios e serviços para aqueles que querem ter a melhor experiência possível durante uma viagem. Descontos exclusivos e gratuidades para experimentar serviços e produtos de marcas parcerias são algumas das vantagens do Clube Buser.

Nesse primeiro momento, o programa traz como parceiras a rede Accor, por meio da marca Ibis Styles São Paulo Anhembi, a marca global de espaços de trabalho flexíveis WeWork, a Beer or Coffee e a Bagaggio, marca de malas e acessórios de viagem.

Para Flávia Oliveira, diretora de Marketing da Buser, entrar no mercado de benefícios foi um movimento natural para a Buser, visto como a empresa percebia essa demanda reprimida nos seus próprios clientes.

“Segundo pesquisa da Quaest, metade dos brasileiros viajou para outra cidade pelo menos uma vez nos últimos seis meses – sendo o ônibus a opção preferida. Ou seja, há uma grande oportunidade para trazer benefícios agregados à agenda dos turistas que viajam com a gente", explica Flávia.

Ainda segundo a diretora, é fundamental que a Buser procure por parcerias que dialoguem diretamente com o setor de viagem e turismo, como serviços de hotel e bagagem, além de empresas de espaço de trabalho compartilhado. "Pensando nos chamados ‘nômades digitais’, que trabalham em locais diferentes por um período”, continua a diretora.

Para a WeWork, principal parceria da Buser nessa empreitada dos benefícios aos viajantes, o acordo entre as startups é um ganho duplo, já que permite que a WeWork se conecte a mais potenciais profissionais que utilizariam seus serviços graças a enorme base de clientes da Buser. Do lado da startup de mobilidade, a parceria coloca um serviço interessante a disposição dos seus clientes.

"A parceria com a Buser reforça nosso objetivo de contribuir com a transformação do mundo do trabalho, oferecendo os melhores espaços de trabalho flexíveis para empresas de todos os segmentos e setores, bem como para profissionais liberais e empreendedores”, completa Felipe Rizzo, CEO da WeWork Brasil.

Ainda de acordo com a própria empresa, a ideia de oferecer um serviço de benefícios foi tomada com base na estratégia da Buser para seus próximos passos como empresa: além de ampliar sua atuação no mercado rodoviário do país, a empresa quer consolidar sua atuação no setor turístico como um todo, podendo virar uma verdadeira referência de empresa do setor de viagem e turismo no Brasil.

A entrada da Buser no mundo dos benefícios e pacotes de fidelidade coloca a empresa um passo mais perto de se tornar um verdadeiro hub de turismo. E, historicamente, a empresa tende a fazer movimentos mais claros para esse lado do negócio.

Além de conectar passageiros a empresas do setor de passagens, recentemente, a Buser passou a também a vender essas passagens rodoviárias, adotando um sistema de marketplace dentro da própria plataforma, onde os clientes podem comprar passagens de empresas de transporte com ausência de taxas de conveniência, o que pode baratear os bilhetes em até 20%.

Como utilizar o Clube Buser

Para aproveitar o Clube Buser, o viajante deve acessar o site oficial do benefício e conferir as regras de resgate para cada um dos parceiros.

Os descontos variam de 10% a 70%, incluindo gratuidade para experimentação em um dos parceiros de coworking. Embora a Buser não tenha mais detalhes sobre futuros serviços que serão oferecidos via Clube Buser, a startup indica que, até o final do ano, espera contar com mais de 30 parceiros, expandindo a oferta para os segmentos de Delivery, Cosméticos, Varejo e Fintech.

Novos serviços, comodidade e o viajante como foco

Para a diretora de Marketing da Buser, a comodidade e a experiência do cliente durante a viagem são os pilares que balizam as tomadas de decisão para os futuros serviços e benefícios da companhia: é extremamente importante para a Buser que o cliente tenha total controle de sua viagem e, preferencialmente, que esse controle esteja na palma da sua mão. "Queremos que o viajante possa planejar e reservar sua viagem com poucos cliques, de maneira prática e rápida”, acrescenta Flavia.

A Buser, hoje, conta com canais digitais de atendimento e compra, que incluem desde vendas por Whatsapp até parcerias com programas de afiliados, como Rakuten e Afilio para bônus exclusivos para clientes.

“É uma forma de incrementar a receita, impactando públicos que vão além do app e site, aumentando também o alcance da plataforma à medida que democratiza o acesso ao transporte rodoviário”, ressalta Flavia.

Também nessa frente, a marca lançou recentemente o Buser Pacotes, serviço que une viagens rodoviárias e outros serviços, como hospedagem.

Com poucos cliques, o viajante pode escolher pacotes que incluem deslocamento pelo modelo de fretamento colaborativo e opções de hotéis 3 estrelas ou resorts, disponíveis para duas, quatro ou seis diárias.

As viagens saem de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte (MG), em ônibus executivo e semi leito. O pagamento também pode ser feito de forma online, via Mercado Pago, ao reservar o serviço pelo site da Buser.

Foco no cliente, mas também no funcionário

O cliente, entretanto, não é o único foco da companhia, afinal. Dentro da Buser, a cultura do bem-estar e de uma vida saudável entre seus funcionários é levada muito a sério. Por conta disso, a startup oferece aos seus funcionários um acréscimo de 5% a 10% no salário base para aqueles que se comprometem a uma vida mais saudável, chamado de “Bônus Esportivo".

A ideia, que partiu do próprio CEO da companhia, Marcelo Abritta, funciona desde 2018 e, hoje, cerca de 80% dos 500 colaboradores da startup aderem à campanha.

Segundo explicou Cesar Barboza, diretor de recursos humanos da Buser, a iniciativa literalmente dá um salário maior aos funcionários que cumpram uma carga mínima de atividade física ao longo de um mês e a adesão ao programa mais do que dobrou nos últimos dois meses.

“Se o colaborador se exercitar pelo menos quatro horas por semana durante um mês, ele tem o benefício máximo, 10% do salário dele. E aí entende-se qualquer atividade esportiva, desde uma caminhada até um futebol com amigos, por exemplo”, explica Barboza em conversa com a EXAME.

O executivo reforça ainda que outra forma de incentivar os colaboradores a conseguirem bater a meta é a parceria com o Gympass, um aplicativo que oferece aos usuários o acesso a uma série de academias. A empresa também fomenta a adesão ao programa de forma direta, com a organização regular de competições esportivas entre os funcionários, por exemplo.

Para Barboza, a ideia de melhorar a qualidade de vida do funcionário com a atividade física constante - ainda que com um custo maior para a empresa no caso da Buser - acaba gerando impactos indiretos em outros custos, já que o funcionário tende a adoecer menos e, consequentemente, utilizar menos o plano de saúde e evitar gastos com remédios e tratamentos.

“Aqui na Buser seguimos o lema do 'corpo são, mente sã'.  Queremos criar um espírito de bem-estar e alto astral entre o time. O esporte nos conecta de certa forma. Não oferecemos o benefício só pensando no incentivo financeiro ou para as pessoas trabalharem melhor, mas para elas viverem melhor”, finaliza Barboza.

VEJA TAMBÉM: