Negócios

Receita do Submarino cresce 40% no semestre

A receita do site de comércio eletrônico Submarino cresceu 40% no primeiro semestre de 2003, em relação ao mesmo período do ano passado. Sem citar valores, o presidente do site, Flávio Jansen, afirma que a taxa está dentro do esperado. Para o ano de 2003, a expansão das vendas está prevista para o mesmo patamar. […]

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 24 de maio de 2011 às 18h10.

A receita do site de comércio eletrônico Submarino cresceu 40% no primeiro semestre de 2003, em relação ao mesmo período do ano passado. Sem citar valores, o presidente do site, Flávio Jansen, afirma que a taxa está dentro do esperado. Para o ano de 2003, a expansão das vendas está prevista para o mesmo patamar. "Esperamos um crescimento entre 40% e 50% em relação ao ano de 2002", diz Jansen.

De acordo com ele, todos os meses de 2003 tiveram resultado operacional (EBITDA) positivo (o que vem acontecendo desde julho de 2002) e a expectativa é que o lucro mensal - que será o primeiro da empresa - aconteça no final do ano.

O avanço do Submarino acompanha o crescimento das vendas do varejo online brasileiro, que vem apresentando taxas mensais positivas. Sem levar em consideração as vendas de automóveis pela web, o volume negociado em maio foi de 139,6 milhões de reais - valor 4,4% superior ao de abril, de acordo com levantamento da E-Consulting e da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico.

O bom desempenho do Submarino, entretanto, também é explicado pelo esforço da empresa em diversificar os itens vendidos e no constante aumento de sua base ativa de clientes. "Vendemos mais de 65 mil produtos diferentes", afirma Jansen. "Isso garante o atual patamar das vendas." De acordo com o executivo, a base ativa de clientes cresceu de 850 mil no final de 2002 para 1 milhão em julho. Os clientes ativos são aqueles que compraram pelo menos uma vez no Submarino e que possuem cadastro atualizado no site. Jansen diz que 75% das compras são feitas por clientes já cadastrados.

Acompanhe tudo sobre:B2We-commerceEmpresaslojas-onlineSubmarino (loja)Vendas

Mais de Negócios

Sob nova gestão, iFood prepara investimentos em startups e mira verticais de mercado e de benefícios

Colaboração entre Dell e Microsoft facilita a vida de empresas na gestão do ambiente multicloud

EXCLUSIVO: novo fundo de investimento, Moni Capital, do Grupo ND, tem R$ 80 milhões para startups

Após cair 10% em maio, PMEs gaúchas voltam a crescer em junho e começam a se recuperar da enchente

Mais na Exame