A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

Quando vale a pena contratar um plano de assinatura para delivery?

Uber anunciou nesta terça-feira o plano de assinaturas para seus serviços, a novidade é semelhante ao oferecida pela Rappi

Nesta terça-feira, 11, a Uber anunciou o lançamento do plano de assinaturas para seus serviços. Quem assina a mensalidade de R$24,99 reais passa a ter descontos e isenção nas corridas, entrega de comida e de compras em supermercado, quando acima de 30 e 100 reais, respectivamente.

A concorrente de entregas Rappi possui serviço semelhante. No Rappi Prime, a assinatura de R$29,90 dá direito à entregas grátis para compras de 30 reais ou mais em cartão de crédito. Mas, afinal, quando vale a pena assinar os serviços?

Em média, se o usuário faz cerca de três pedidos por mês, com frete de 11 reais ou mais a assinatura pode já se tornar vantajosa. Para conquistar os clientes, a Rappi, por exemplo, começou oferecer mais benefícios. A cada um real gasto o usuário premium ganha um ponto que, quando acumulado, pode ser trocado por cupons e descontos, como de R$15,00 todo mês para uso em um botão surpresa.

"Nós temos quatro períodos determinados, de acordo com os trimestres do ano, para acumular pontos e mudar, ou se manter, na categoria. Além disso, a economia média por mês de um usuário Rappi Prime em custos de envio é de R$ 55,00 e ele só precisa fazer dois ou três pedidos por mês para economizar o valor da assinatura", disse a empresa por meio de nota.

Segundo a Rappi, as pessoas que contam com o serviço têm uma média de pedidos quatro vezes maior que os outros usuários.

A Uber estima que se o usuário faz duas compras em supermercado -- com pedido acima de R$100 reais -- a assinatura já passa a valer a pena, visto que a taxa de entrega em São Paulo costuma ser acima de 10 reais.

O pacote também faz sentido para quem tem potencial de fazer ao menos uma compra por semana com o Uber Eats, lembrando que pode ser uma compra de refeição, mas também de produtos de lojas de conveniência, farmácias, pet shops ou floriculturas. As categorias podem ainda ser mescladas, entre o uso do Cornershop, Eats e Uber X, que dá 10% de desconto nas corridas de carro.

"O serviço fica ainda mais atrativo no atual contexto de quarentena. No confinamento, mais e mais pessoas estão pedindo comidas, e testando supermercados online e, assim, evitando uma situação de exposição ao vírus", diz Fabio Plein, diretor-geral do Uber Eats no Brasil.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também