Mastercard tem lucro de US$682 mi no 1º trimestre

Os consumidores gastaram mais com os cartões no período

A Mastercard, segunda maior operadora de cartões de crédito e débito do mundo, registrou alta de 21 por cento no lucro do primeiro trimestre, superando as estimativas de Wall Street, com consumidores gastando mais com seus cartões de crédito.

O lucro líquido no primeiro trimestre somou 682 milhões de dólares, ou 5,36 dólares por ação, ante 562 milhões de dólares, ou 4,29 dólares por ação, um ano antes, informou a companhia nesta quarta-feira.

A média das estimativas de analistas indicava um lucro de 5,30 dólares por ação, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

Usuários de cartões realizaram compras de 629 bilhões de dólares em todo o mundo durante o trimestre, um aumento de 17 por cento ante um ano antes, afirmou a companhia.

Os pagamentos via cartões fora dos Estados Unidos cresceram 20,6 por cetno, com base nas moedas locais, ante 14 por cento de aumento apenas naquele país.

A receita líquida, ajustada por uma aquisição, cresceu mais que as despesas, 16 por cento, enquanto os gastos operacionais aumentaram 9 por cento.

*Matéria atualizada às 11h07

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.